sábado, 2 de fevereiro de 2008

Galo

Um sol de rachar. A mesma música tocando (...o carnaval começa no galo da madrugada...). Uma caminhada sem fim. Mesmo assim, essa conjunção de coisas desfavoráveis consegue arrastar quase dois milhões de foliões.

Sei que sou meio amargo, mas gosto disso! Esse pessoal não tem nada melhor pra fazer não? Tipo, praticar um suicídio coletivo?

Nenhum comentário: