quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Paper

Meu artigo sobre mobilidade de renda intrageracional está em fase de refinamento. Quero submetê-lo o mais breve possível. O que fiz foi desagregar os resultados que eu já havia encontrado. Ou seja, analisei subgrupos populacionais. Em suma, os negros tendem a se movimentar para a parte de baixo da distribuição. Com os brancos o movimento é inverso. A análise por Coorte indica que os mais jovens possuem um movimento para o topo da distribuição. Outro resultado óbvio é que quanto maior o nível educacional maior a mobilidade. Entretanto, a análise regional surpreendeu. Não há uma diferença relevante entre a mobilidade do Sudeste e a do Nordeste, por exemplo. Ou seja, embora exista todo um apelo referente à desigualdade regional, não se pode afirmar o mesmo para a dinâmica pessoal da renda.

Um comentário:

Márcio Laurini disse...

Bom, agora é só colocar o artigo para nós lermos.
[]s