terça-feira, 22 de julho de 2008

2 comentários:

Cristiano disse...

Questão complicada essa de escolhas sob igonorância porque tal termo é incompleto quando as regras do jogo não são claras. Entra numa discussão filosófica sobre moral. O que é certo para alguns pode ser nefasto para outros. O que tende a guiar a sociedade é a carta magna. Ela coloca o que é certo e errado para todos os participantes. Infelizmente, em terra brazuca, o belo documento recebe, diariamente, urina por aqueles que deveriam zelar por ela. Complicada a situação. É míster um conjunto de leis para orientar o indivíduo. Caso contrário, ignorância tende a ser uma luta indefinida entre o certo e o errado e não temos o conceito absoluto de justiça.

Entretanto, sua pergunta é importante e aponta o caminho justo para a ciência economica. Afinal, o que o mercado quer de um economista?

Blog do Adolfo disse...

Excelente post, parabéns!!!!

Eu vejo muitos desses "intelectuais"dizendo que não devemos nos curvar a vontade do mercado... eles só se esquecem de um detalhe: o mercado é a sociedade. Negar a vontade do mercado é negar a vontade da sociedade (aquela mesma que eles dizem sempre ouvir).

Adolfo