quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Pan do Rio

Falamos pouco sobre isso, mas o ministério público divulgou um relatório parcial dos gastos do Pan do Rio. Houve um superfaturamento médio de 800%.

Contudo, em se tratando de Brasil, não é novidade. Ou melhor, nós já sabíamos disso. Veja o Alerta do Mário Magalhães na Folha de SP, isso no início de 2007:

Tape o nariz; o Pan vem aí

RIO DE JANEIRO - Os carnês do IPTU que começam a chegar aos lares cariocas exalam um odor que remete aos pedaços mais imundos da baía de Guanabara e às ondas prateadas de peixes mortos que encantam olhares e afugentam narizes da lagoa Rodrigo de Freitas.

Na capa do carnê, a Prefeitura do Rio escreve: "XV Jogos Pan-Americanos - Este investimento vale ouro para a cidade". Na contracapa, promete: "Ganha a cidade, ganha o turismo, ganha você".

Até agora, você perde.

E, é bom avisar logo, perdem não só os contribuintes locais mas também os do Estado e de todo o país. A conta os une em um imenso buraco cujo fundo se desconhece.

O comportamento dos governos coincide. Em 2003, o "Diário Oficial" do município anunciou que o estádio olímpico custaria R$ 60 milhões (30% a mais em valor atual) e ficaria pronto em 2004. Está em R$ 350 milhões e segue em obras.

A então governadora Rosinha Matheus cravou em 2005: a reforma do Maracanã para o Pan de julho de 2007 sairia por R$ 71 milhões. O orçamento deu um salto, triplo, para R$ 232 milhões.

Ainda no Ministério do Esporte, Agnello Queiroz apalavrou: o Complexo Esportivo de Deodoro exigiria R$ 45 milhões dos cofres federais. Já lhes subtrai R$ 94 milhões.

A gênese do rombo é um projeto que progrediu sem controle social.

Alardearam um legado de benefícios ao Rio; o legado pode ser a dívida. O único desagrado que se vê é o de quem não logra empurrar uma fatura para o colo -federal- alheio. O Ministério Público cala. E o jornalismo, em escala notável, se empenha em cobrar verbas quando os estouros configuram escândalos.

O Pan era uma grande idéia. Como às vezes nas belíssimas baía e lagoa, o que atrapalha é o mau cheiro.


Recentemente o videoblog do Trajano tocou no assunto (clique aqui.)

Pois é, vem aí a Copa do Mundo de 2014 e o projeto Olímpico do Rio.

2 comentários:

.Cibele bastos disse...

Ê vergonha...
Q país é esse hein?! As vzs da vontade de explodir e começar d novo :T
Os gastoes do din din publico ja estão de olho nos beneficios pecuniários vindos da copa 2014.. é mole?! :/

Cristiano disse...

Brasilsilsil! Aqui em Roça Grande, para vc ter uma idéia, a campanha gira em torno duma inútil linha de metro que só atenderá a região hoteleira e o estádio. Tudo vendido pelo candiato emprenteiro amigo do Ciro e do Valério. A Copa de 2014 fara o Pan numa brincadeira de criança.