quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Mais um, em breve

Um parecer de uma revista pode gerar sentimentos diversos. Às vezes o paper é rejeitado, mas, dada a contribuição do parecerista, você fica extremamente agradecido e estimulado. Outras vezes a análise é favorável, mas, dada a pobreza dos comentários, o autor fica com uma pulga atrás da orelha. Contudo, o pior deles é quando o parecerista resolve descontar sua raiva nos autores. Neste caso, não basta solicitar grandes mudanças, o melhor é se agarrar nos pequenos detalhes e classificá-los como um grande problema.

Ainda bem que temos alguns bons editores que, ao perceber isso, interferem no processo. Graças a isso, terei, muito em breve, uma nova aceitação plena.

P.S.: Ler coisas do tipo "provavelmente isso já feito", "acho que a literatura é ampla ...", "talvez isso não seja necessário", é meio duro. Onde está o conhecimento do avaliador?

Nenhum comentário: