quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

O artista

É muito interessante ver a opinião dos defensores do povo. Aqueles que escutam a população e só querem o seu bem. Cito um exemplo. Em uma comunidade do Orkut um artista paraibano, daqueles que vivem de incentivos governamentais (a grande maioria), cita, referindo-se a um projeto cultural para João Pessoa- PB:

[...] Há que se repensar cultura fora dos padrões comerciais e da diversão alienada! (só porque a população quer...). A população tem que saber que a orientação cultural e política agora é outra e que muita coisa deve mudar!


Mais à frente ele continua:

a existencia da "Estação Ciência" deve estar fundamentada num contexto político mais amplo, mais abragente, mais popular e politicamente correto e não apenas porque o projeto é de Oscar Niemeyer. Tenho medo de que em poucos anos ela não se torne um mero elefante branco como é o espaço cultural, criado de cima para baixo.


Agora eu pergunto: quem define o que é alienado ou não? É o nosso "artista" em questão?

A população paga seus impostos, portanto ELA define o que quer. Como é que uma pessoa dessas pode falar sobre projetos que vêem de "cima para baixo"?

É mais uma amostra da democracia dos socialistas (comunistas e outros istas).

Nenhum comentário: