sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Poema Esquimó

Um amigo respondeu a uma pergunta de um site de relacionamento da seguinte forma:

passions: knowledge

Em sua homenagem (o aniversariante do mês), cito o seguinte poema:

Dois homens chegaram a um buraco no céu. Um pediu ao outro ajuda
para se erguer até a abertura... Mas era tão bonito no céu que o homem
que espiou pela beirada esqueceu tudo, esqueceu o companheiro a quem
tinha prometido ajudar a subir e simplesmente saiu correndo para entrar
em todo o esplendor celeste. Poema esquimó recitado para o
explorador Knud Rasmussen
.


Bom feriado para todos.

2 comentários:

Márcio Laurini disse...

Belo poema meu nobre.

JOÃO MELO disse...

Erik, já no barco para o retorno à floresta, após 20 dias de folga. Que você goste bastante de suas novas turmas na UFPB, pois somente devido a sua chegada na cidade, já mudaram até o governador. Continue escrevedo seus textos e também aqui no blog. SUCESSO e até breve. Abraço, João Melo, quase chegando na selva.