terça-feira, 31 de março de 2009

Benefícios da esquerda

Os regimes de esquerda são maravilhosos. Eles são responsáveis por uma onda de prosperidade no passado (AQUI). Agora é a hora de pagar a conta.

Contra-revolução

31 de março, dia da contra-revolução que impediu que o comunismo tomasse o poder no Brasil. (Vejam AQUI) Dica do Coronel.

segunda-feira, 30 de março de 2009

Dia bom II

Hoje foi um dia proveitoso. Logo cedo aprontei a solicitação para uma bolsa de monitoria (econometria). Depois passei para a estimação e redação de um texto onde aplico os testes para especificação quantílica kernel-based e as estimações quantílicas não-paramétricas com mixed data (dados discretos e contínuos).

Em breve teremos um novo paper na praça.

sexta-feira, 27 de março de 2009

Procurando apartamento

A crise não chegou ao mercado imobiliário da Paraíba. Os aluguéis estão elevados e os preço dos imóveis também. É impossível arrumar um lugar decente sem pagar os "olhos da cara". Outra coisa: os cursos de engenharia civil e arquitetura da UFPB deveriam ser fechados de imediato. Nunca vi tantos ubsurdos. Janela de banheiro que dá para a cozinha. Espaços desperdiçados. Salas que parecem um corredor...

Dureza, pessoal. Dureza.

segunda-feira, 23 de março de 2009

Chamada

A ANPEC anuncia os prazos e as comissões científicas do XIV ENCONTRO REGIONAL DE ECONOMIA (AQUI.)

Dia bom

Hoje dei um rumo final a um paper que estava na "gaveta". Sempre gostei dele, mas não tinha gás para terminá-lo. Hoje escrevi a parte não paramétrica e quase toda a análise dos resultados. O que falta? O refinamento e as considerações finais. Menos um na "gaveta" e espero que, em breve, seja mais um na série "mais um" (quem acompanha o blog entenderá).

domingo, 22 de março de 2009

Grandes pesquisadores

Escrevi para o Jeff Racine solicitando um working paper. Menos de cinco minutos depois ele me respondeu disponibilizando o paper e pedindo desculas por não enviar uma versão final "Sorry that it remains in draft form". Caras como ele fazem a academia valer a pena.

Página do Racine AQUI.

sexta-feira, 20 de março de 2009

Asilo nela

É preciso dar um basta à tentativa de caracterizar o presidente como populista - Marilena Chaui



Lembrei-me do que disse o amigo Cristiano Gomes, os que se autodenominam intelectuais (ou Cult, como diz a revista), normalmente são vazios. Como se diz no interior da PB, têm a profundidade de um pireque (pires) de leite.

Madalena, "a filósofa mais importante do país", precisa voltar para o asilo.

quinta-feira, 19 de março de 2009

Especificação não-paramétrica

Um dia todo para testar a especificação de uma equação. Isso mesmo, os dois computadores passaram todo o dia envolvidos em uma estimação. Estou observando se o modelo de regressões quantílicas (0,1; 0,25; 0,50; 0,75 e 0,90) com o log dos salários frente a educação, experiência (ao quadrado, ao cubo ...), dumies regionais e coortes passa no teste de especificação (testarei outras especificações).

Baseio-me no texto do J. Racine

Racine, J.S. (2006), “Consistent specification testing of heteroskedastic parametric regression quantile models with mixed data,” manuscript.

A teoria é legal, mas o calculo dos bandwidths me tomou o dia todo.

Humor: Você já fez sexo com uma égua?


A pesquisa relacionada ao “Comportamento Sexual e Percepções da População Brasileira Sobre HIV/AIDS”, realizada em 1998 pelo Ministério da Saúde, traz algumas curiosidades. Lógico que ela serve de base para investigações sérias (AQUI, além da tese de minha amiga Mércia Cruz), mas não pude deixar de notar uma coisa...

Na Tabela acima, selecionei três respostas para a pergunta: O que considera sua primeira experiência sexual? - 1a. citação

Será que foi daí que surgiu a inspiração para a música da eguinha pocotó?

P.S.: É claro que a resposta, mais do que sincera, do cidadão acima poderia ser inserida na categoria "Outros", mas, convenhamos, não teria a menor graça.

quarta-feira, 18 de março de 2009

Não-paramétrica

O "mundo não-paramétrico" é muito interessante. Difícil de entender, complicado para estimar, mas mesmo assim não deixo de acompanhá-lo. Leitura do fim do dia:

TESTING THE SIGNIFICANCE OF CATEGORICAL PREDICTOR
VARIABLES IN NONPARAMETRIC REGRESSION MODELS

segunda-feira, 16 de março de 2009

Caos

O dia todo sem telefone e internet. Tudo por conta do PAC. Isso mesmo, as escavações para o saneamento de uma rua próxima atingiram os cabos dos telefones. Dureza!

sábado, 14 de março de 2009

Tendência estacionária no PIB dos EUA

O De Gustibus apontou para o debate sobre a crise e a natureza da série do PIB norte-americano (AQUI, AQUI e AQUI). Sim, embora a discussão não possa ser resumida a um teste para raiz unitária, ele faz parte dela. O Econobrowser concluiu O PIB é razoavelmente caracterizado por uma tendência estacionária. Contudo, ele alerta para o fato de seus testes desprezarem possíveis assimetrias ou não-linearidades.

Eu reforço as conclusões do Econobrowser, pois considerei assimetrias e não-linearidades (em um período menor, claro). Vejam o texto que comprova essa afirmação, AQUI.

You'll never walk alone

O Liverpool acaba de humilhar o Manchester United em Old Trafford. 4 a 1, com gols de Torres, Gerrard, F. Aurélio e Dossena. Lembrando: durante a semana o Liverpool goleou o Real Madrid por 4 a 0.

sexta-feira, 13 de março de 2009

Comentários

Gostaria de deixar minha opinião sobre alguns livros comprados recentemente.

O Equality of Opportunity, do John E. Roemer é uma referência básica para quem se interessa pela desigualdade de oportunidades. Um livro curto, sem demonstrações, mas todo formalizado. Os filósofos e sociólogos brasileiros diriam: é um livro de matemática pura.

O Mostly Harmless Econometrics: an empiricist's companion, do Joshua Angrist e Jörn-Steffen Pischke, me agradou muito. Destaco os capítulos dedicados aos estimadores de Variáveis Instrumentais e de Regressões Quantílicas. O livro atua mais na intuição do que na demonstração. Aliás, o Joshua Angrist é um dos maiores pesquisadores na área de economia do trabalho no mundo (vejam suas contribuições AQUI). Engraçado, aqui no Brasil estudar economia do trabalho é conhecer as relações de trabalhos contidas em Karl Marx e os princípios da demanda efetiva. Vide a ABET (AQUI.)

Já o Counterfactuals and causal inference, do S. Morgan e C. Winship, me desagradou. É muita conversa. Acho que um pouco de formalização faria bem ao texto. Por fim, o livro do Cameron e Trivedi, Microeconometrics using Stata. As edições se esgotaram no lançamento. Formaram-se filas para comprar um exemplar (eu estava em uma delas), mas o livro é bem inferior ao barulho que foi feito em torno dele. Para quem tem o software e seus manuais, não há necessidade de tê-lo na estante. Falar de painéis lineares, IV, Regressões quantílicas... Nada sobre modelos Heckman type...Uma decepção.

Pixies

Eles estão de volta. (AQUI.)

terça-feira, 10 de março de 2009

Duplo Call for Papers

Recebi alguns informes da Applied Economics Journals:

Applied Financial Economics is planning to publish a special issue on long-run equilibrium real exchange rates and purchasing power parity (PPP) in late 2005 or early 2006. If this is an area of research that interests you, please see the attached call for papers and survey papers, or view the call for papers on our website: http://www.tandf.co.uk/journals/titles/09603107.asp

Best wishes

Mark Taylor
Editor, Applied Economics Journals

We are preparing a special issue on 'The Global Financial Crisis' for Applied Financial Economics in Autumn 2009. We would need papers submitted by April 25th at the latest in order to go through the refereeing process. Any papers received after that date could not be considered. Although this is a short deadline, the payoff will be a very timely special issue.

If you wish to submit a paper please tick the special issue box at submission, and enter 'Financial Crisis'.

Six papers will be selected for the special issue and other papers may eventually be published in other volumes, but submission is of course no guarentee of publication.

Yours sincerely

Mark P. Taylor

Managing Editor
Applied Financial Economics

Não atuo em nenhuma das áreas citadas.

Mais um, definitivo [2]

Opa, menos de um minuto depois de postar, recebi outra aceitação plena. Dessa vez o trabalho é em conjunto com o Flávio Ziegelmann.

Prezado autor,

Temos o prazer de informar que seu artigo intitulado 'Mudança na distribuição de renda brasileira: significância estatística e bem-estar econômico' foi aceito para publicação na Economia Aplicada [...]

Mais um, definitivo

Eram quatro revisões solicitadas no início do ano. Uma já surtiu o efeito esperado:

Prezado autor,

Temos o prazer de informar que seu artigo intitulado 'O impacto da mobilidade de renda sobre o bem-estar econômico no Brasil' foi aceito para publicação na Economia Aplicada [...]


Boa notícia para embalar um novo estudo que inicio hoje.

segunda-feira, 9 de março de 2009

Serviços públicos

Hoje eu tive uma overdose de serviços públicos. Vocês precisavam ver minha cara de felicidade. Pra iniciar a história, os Correios, a empresa mais eficiente na cabeça do pessoal da esquerda, entregou pela n-ésima vez, uma correspondência fora da data. Resultado, mais multa, juros e a obrigação de pagar o título no caixa do Banco do Brasil. O BB é um primor de atendimento. O caixa falava ao celular enquanto atendia os clientes preferenciais (idosos), nunca vi tanto idoso em toda a minha vida. Os netinhos ficavam de longe vendo os seus avôs pagando as contas. Depois uma fila no caixa eletrônico, o segurança do banco falava, para quem quisesse ouvir, coisas relacionadas ao seu cotidiano. Enfim, não quero nem computar as perdas monetárias, tampouco meu custo de oportunidade. A propósito, da última vez que eu falei da ineficiência dos Correios, um professor da UFRN me mandou estudar. Eu até estudaria, se não estivesse em uma fila de banco.

domingo, 8 de março de 2009

Perfect day

Para fechar a semana mando "Perfect day", música do disco Transformer (1972), do Lou Reed.



Como assim "para fechar a semana"? A semana começa no domingo! Quem concorda com isso levante a mão ...

quinta-feira, 5 de março de 2009

Novas compras

Acabo de adquirir: a) Equality of Opportunity - John E. Roemer e b) Mostly Harmless Econometrics: An Empiricist's Companion - Joshua D. Angrist e Jorn-Steffen Pischke.

quarta-feira, 4 de março de 2009

Collor

A Ideli Salvatti (PT-SC) defendeu tanto o Renan Calheiros (PMDB-AL), mas o Renan passou a perna na Ideli. Como diz o samba: "Você pagou com traição, a quem sempre lhe deu a mão..." (Entendam tudo AQUI.)

segunda-feira, 2 de março de 2009

Para rir

Os alunos elencaram as melhores frases dos professores de economia da UFRGS. Claro que pode ser tudo uma obra de ficção, mas listo as melhores mesmo assim:

Tu é o Mateus, né? Não? É Lucas? Sabia que era um dos apóstolos. (Portugal)

Poupar é uma merda. (Portugal)

O Céu deve ser DO CACETE (Portugal)

O charme da Ferrari tá no fato dela ser produzida na Itália. Não teria graça se eu comprasse uma Ferrari feita em Tramandaí. (Portugal)

Eu não sei o que é agregado. agregado é coisa de macroeconomista. (Sabino)

Fizeram o que eu pedi? Quem fez? Não fez? Tava sem tempo? Quem sabe no semestre que vem tu arranje um tempo pra investir em capital humano (Giácomo).

Em que países se fala português? Angola, Moçambique, Cabo Verde... (...). Aprendam inglês. Não tem tempo? Arranja tempo! Não tem vontade? Tudo bem, mas daqui a 2 anos o futuro mandará a conta. (Giácomo)

Quem foi na monitoria? Ninguém? Tudo bem. A gente demite o cara, daí sobra mais dinheiro pro Lula. (Portugal)

Prometo que trago as provas corrigidas amanhã. Não garanto que eu vá cumprir, mas eu prometo. (Sabino)

Até a década de 60 o ensino de economia nos EUA era muito semelhante ao ensino que vocês têm aqui. Ou seja: só PAPO. (Araújo)

Eu não faço chamada. Só exijo presença nos dias que tem prova. Então, quem não fizer as provas, roda por falta. Quem fizer, roda por nota. (Portugal)

O que o Tio Patinhas faz com todo aquele dinheiro? Nada. Ele NADA no dinheiro. (Portugal)

No fundo, bem no fundo, eu não sou um cara tão mau. (Araújo)

No 11/9, o mundo parou. Exceto os novaiorquinos, que saíram correndo. (Giácomo)

Dinheiro não traz felicidade, mas falta de dinheiro também não traz. Então, é melhor ser triste rico do que triste pobre. (Portugal)

Eu nunca consegui jogar assim como o Romário, parado lá na frente. Meu jogo é estilo Ricardinho, lá no meio, distribuindo as bolas. (Sabino)

Podia chamar de João, de José, de Carlos... mas resolvi chamar de Elasticidade. (Portugal)

Que semelhança


O presidente norte-americano, Barack Obama, dá mostras de afinidade com o presidente brasileiro, Lula da Silva (não estou falando do perfil populista). Com uma cerveja na mão, Barack acompanhou jogo entre Wizards e Bulls pela NBA (o presidente tupiniquim prefere uma 51). Contudo, o fato marcante é o pé-frio. Torcedor do Chicago Bulls, Obama viu o o Wizards vencer por 113 a 90. É o Lula fazendo escola ...

Imagem: Reuters