segunda-feira, 29 de junho de 2009

Um "não" como detalhe

Recentemente o BNDES e a ANPEC abriram um edital para financiamento de pesquisas denominado "Programa de Fomento à Pesquisa em Desenvolvimento Econômico". Mais uma vez ele foi direcionado para alguns centros e dentro dos temas de "interesse" do Banco (Lembram do edital do IPEA exclusivo para os sócios da Sociedade de Economia Política). Pois bem, mesmo sabendo que não fazia parte do grupo de pesquisadores, tampouco escrevo temas relacionados ao interesse do banco, resolvi enviar um projeto.

Na semana passada recebi um email enviado pela senhora Martha Scherer (Gerente APE/DEPEQ). O email dizia:

Comunicamos que o projeto de artigo encaminhado por V.Sª está entre os pré-selecionados pela Comissão encarregada da avaliação para participar da segunda fase de seleção.


Só que em seguida o texto mudava de rumo

Esperamos poder continuar a contar com sua participação nas próximas edições anuais do PDE/BNDES, com a apresentação de novos projetos de pesquisa.


Hoje a senhora Martha corrigiu o pequeno erro. Ela simplesmente esqueceu de por um NÃO entre o "V.Sª" e o "está". Dessa forma o texto correto seria "[...] projeto de artigo encaminhado por V.Sª NÃO está entre os pré-selecionados [...]". Um pequeno detalhe, que não faz mal a ninguém, não é mesmo?

domingo, 28 de junho de 2009

Luto

Só hoje pude prestar minha homenagem ao Michael. Afinal quem, com mais de 30 anos, nunca ficou admirado com os seus clipes, em frente da tv assistindo o desenho animado dos Jackson's Five ou chocado com suas transformações.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Mundinho do futebol

O Cruzeiro venceu de 3 X 1. Contudo, um de seus jogadores deu um estímulo para o Grêmio virar o jogo em Porto Alegre.

Trata-se de mais um episódio do mundinho politicamente correto do futebol:

Atacante do Grêmio é acusado pelo lateral do Cruzeiro de tê-lo chamado de 'macaco'

Alerta: no Olimpico, até o souza e o Alex Mineiro se transformarão em brancos hermanos de olhos azúis.

Anpec Ne

Não irei para a ANPEC NE neste ano. Gosto muito do encontro, mas não irei. Contudo, serei muito bem representado pelo Cleiton Roberto. O camarada fará sua primeira apresentação em um congresso. Parabéns para ele.

Convergência de renda per capita entre os municípios Nordestinos: uma análise robusta.

Cleiton Roberto da Fonseca Silva (UFRN)
Erik de Alencar Figueiredo (UFPB)

sexta-feira, 19 de junho de 2009

De novo

É a segunda vez que acontece. Estou avaliando um trabalho para uma revista. Pedi revisões. Condicionei a publicação a estas revisões. O que aconteceu? O cara já está divulgando o artigo como aceito para publicação. Pôxa, é implicância comigo?

segunda-feira, 15 de junho de 2009

A primeira copa pelo sistema de cotas

Acabou de acabar o primeiro jogo do Brasil na Copa das Confederações. Foi dado o pontapé inicial para as copas do mundo realizadas pelo sistema de cotas para os países de quinto(a) mundo(categoria). Ahhh, o público africano e suas cornetas. Que som agradável!

O jogo foi maravilhoso. Uma bela vitória de 4X3. As dificuldades foram fruto da tensão da estréia (estréia de ontem: Espanha 5X0 Nova Zelândia). O Egito tem um cara chamado Zidan (se ele tivesse um “e” no final do nome...). O Dunga continua com seus belos modelitos na beira do gramado. O Jorginho pede ajuda a Jesus Cristinho (Jorginho quando era técnico do América quis trocar o símbolo do clube. Por quê? Porque é um diabo [esta história é verdadeira]).

Contudo o grande desfalque desta copa está no banco de reservas. Ele mesmo, Uday Hussein não é mais o técnico do Iraque (Por motivos óbvios, dado que ele está morto). Na época de Uday, jogador que perdia um pênalti ia pro tronco receber chibatadas. Se ele treinasse o Brasil, iria faltar chicote.

domingo, 14 de junho de 2009

Novidades e humor




O blog passará por mudanças. Falarei sobre isso em breve. Nesse meio tempo, falo das aventuras do final de semana. Me encontrei com meu Padim Pade Ciço (o Santo mais porreta do mundo).

Em seguida me deparei com o marketing de uma empresa de segurança autamente altorizada (ora, eles podem fazer isso. Tem blogueiro que não sabe escrever. Um dia desses, aqui mesmo no Moral Hazard, eu li um talves).

Deixando as bobagens de lado, novidades em breve.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

O Orkut acadêmico

Eis a rede de relacionamentos acadêmicos:

http://www.academia.edu/

Lá você poderá encontrar Stephen Hawking, Richard Dawkins, Paul Krugman, entre outros. Além de um perfil público, os membros disponibilizam papers e contatos pessoais. Eu já criei a rede do meu departamento.

Em um pequeno tour encontrei o Robert Akerlof, Kenneth Rogoff, Roland Fryer, Robert Townsend...

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Questionamento forte

A mobilidade social é definida e mensurada de diversas formas na literatura especializada. Os sociólogos costumam considerá-la como a transição entre classes de ocupações e/ou estratos sociais. Já os economistas focam suas atenções nas dimensões renda e educação, analisando às suas transmissões entre as gerações, em geral de pai para filho.

O curioso dessa separação é que o Brasil apresenta, ao mesmo tempo, uma baixa mobilidade de salários e educação e uma alta mobilidade ocupacional. Ou seja, pouca mobilidade econômica e elevada mobilidade social. Os meus cálculos para a mobilidade educacional (o quanto a educação do pai é transmitida para o filho) apontam para o parâmetro em torno de 0.80 (calculado por MQO sem variáveis de controle – Quanto mais próximo de UM menos móvel é a sociedade). Já a mobilidade ocupacional é de 0.37 (também por MQO sem variáveis de controle).

Ainda tenho muito a especular em relação a isso, mas me parece que não há uma relação forte entre educação e setor de ocupação. Grosso modo, se meu pai tem nível superior os resultados indicam que eu devo ter um nível superior. Dado que meu pai tem o nível superior, ele deveria ocupar uma categoria de ocupação “alta” (intensiva em capital humano). Conseguintemente, eu ocuparia uma classe próxima a dele, o que não ocorre, de acordo com os dados.

Preciso pensar mais a respeito disso. Logo, a pergunta que ocupará minha mente nos próximos dias é: por que a mobilidade social é diferente da mobilidade econômica?

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Leitura

Leitura do dia:


Revisiting the German Wage Structure

Christian Dustmann, Johannes Ludsteck, Uta Schönberg

O paper acaba de sair no The Quarterly Journal of Economics, o maior periódico de economia, de acordo com uma pesquisa recente (AQUI.)

terça-feira, 2 de junho de 2009

Classe política em ação

Os acontecimentos de ontem retratam bem a classe política brasileira. O prefeito do Rio declarou que o governador do Rio de Janeiro decretaria luto oficial, pois seu assessor estava entre as vítimas. Ora Eduardo Paes, o luto é em homenagem ao seu assessor?

O Governador do Rio, Sérgio Cabral Filho, estava lá, mas só foi ao aeroporto depois que o presidente em exercício, José Alencar chegou. Um verdadeiro papagaio de pirata. Lula no exterior, disse que se precisasse, voltaria. Ora, por que foi? Às seis da manhã, hora de sua partida, ela já sabia do ocorrido.

Enfim, é a nossa classe política em ação.

Boa notícia

Mais uma boa notícia: o artigo

Inflação Inercial como um Processo de Longa Memória:
Análise a partir de um Modelo Arfima-Figarch


sairá no próximo número da Estudos Econômicos (v.39, n. 02, 2009).

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Diferença

O Coronel resumiu bem a diferença entre um governo preocupado com o bem-estar da população e outro que pensa apenas na perpetuação do poder. Enquanto Sarkozy foi ao aeroporto Charles De Gaulle, o Lula está enfiado em algum lugar no mundo.

Vejam o posto AQUI.