quinta-feira, 16 de julho de 2009

O que é um curso de econometria?

Um questionamento me persegue a cada final/início de período: o que deve ser abordado em um curso de econometria? Isso serve tanto para a graduação quanto para a pós-graduação (falo de econometria I).

Enquanto os alunos da graduação querem uma versão mastigada, sem formalizações e, de preferência, com aplicações diretas e imediatas, os alunos do mestrado desejam uma maior profundidade, pulando uma etapa fundamental: o conhecimento do básico.
Outra incompatibilidade é o total desequilíbrio entre os conhecimentos teórico e computacional.

O texto do William Becker e do William Greene (Teaching Statistics and Econometrics to Undergraduates, Journal of Economic Perspectives, V. 15, N 4, 2001), fornece um norte. Mas acho que a discussão vai além.

Em resumo, alguém pode me fornecer uma idéia do que é um curso de econometria?

4 comentários:

Edimeire disse...

OI Erik.

Enquanto professora de estatística, minha experiência era em dar aulas de estatística 1 e 2 para alunos da graduação, o máximo que chegava a falar era de regressão linear simples, apesar de sempre ter tido grande paixão por econometria e análise multivariada de dados. Neste semestre comecei a dar aulas em um curso preparatório para ANPEC de Estatística e lá dei aulas teóricas tanto de Estatística como Econometria. Percebi que a deficiência, pelo menos nesta amostra estudada, não é a teórica, mas sim a computacional. Os alunos sabiam derivar,integrar, conheciam bem de álgebra, sabiam das propriedades dos estimadores, etc,etc, mas não sabiam programar, gerar cenários, etc.
Para mim, econometria tem de ter uma mistura de prática e teoria. O que não muda é a ordem da aprendizagem: teoria> prática.

Bem, esta é a experiência que tive este semestre.

Abraços

Cibele Bastos disse...

aqui na UFC, aula de econometria no computador? isso non ecxiste!
A gnt é q se aventura, matuta nos programas, mete as caras :) Mas seria otimo poder ter aulas no laboratorio.

Posso até dar dicas ne, como aluna da graduação. Vamos ver... hmmm... Uma mescla de aula teórica e prática. No inicio, so rolaria teoria, mas quando a materia chegasse nos testes, acharia legal fazer isso no pc :) O negocio é a universidade ter estrutura pra isso =/

Cleiton disse...

O ideal é tu fazer o que tentamos na UFRN mesmo, ao menos na graduação. Se mudar algo, que seja "mastigar" o assunto como tu falou, já que será um primeiro contato e o objetivo maior talvez seja despertar o interesse dos alunos.

Enoch Filho disse...

Minhas aulas foram tão ruins, tão ruins, que aprendi praticamente nada de econometria durante a graduação.

E nem tinha livro na biblioteca. Tínhamos uma apostila básica, super-resumida...

Lembro que usamos o excel pra ajudar na mecânica dos cálculos, depois passamos tudo à caneta para entregar a atividade avaliativa.