terça-feira, 11 de agosto de 2009

Miss Brasil e a igualdade

Larissa Costa, Miss Brasil e candidata a Miss Mundo, têm boas intenções. Ao ser perguntada sobre quais seriam seus três desejos, ela respondeu:

Eliminar as desigualdades sociais, eliminar as pobrezas materiais e de espírito, e paz para o mundo.


Me detenho nos dois primeiros desejos, sem o lance espiritual, pois não entendi direito. Se ela vencer o concurso de miss mundo (universo???), a sociedade vai mudar. Talvez no futuro, com a ajuda da moça, a sociedade se aproxime do mundo "profetizado" por Kurt Vonnegut:

O ano era 2081, e todos finalmente eram iguais. Não apenas iguais perante Deus e a lei. Eram iguais em todos os sentidos. Ninguém era mais esperto que ninguém. Ninguém era mais bonito que ninguém. Ninguém era mais rápido ou mais forte do que outro. Toda essa igualdade era devida às emendas 211, 212 e 213 à Constituição, e à vigilância incessante dos agentes do Zelador Geral dos EUA.

Nenhum comentário: