domingo, 29 de novembro de 2009

Desigualdade de oportunidades, de novo

O blog não fala só de piadas. Neste período em que fico indignado com o governo, costumo trabalhar um pouco. Terminei um paper sobre histerese, revisei, passei para o inglês e submeti. Estou em um projeto sobre crescimento econômico com meus chapas Edilean e José. E, por fim (desse post), estabeleci resultados interessantes sobre a desigualdade de oportunidades no Brasil.

Detectei que o nível educacional dos pais e seu setor de ocupação (se menos ou mais intensivo em capital humano) interfere na distribuição de renda dos filhos. A significância estatística desta diferença foi estabelecida pelos testes para dominância estocástica desenvolvidos por Davidson & Duclos (2000) [Russell Davidson & Jean-Yves Duclos, 2000. "Statistical Inference for Stochastic Dominance and for the Measurement of Poverty and Inequality," Econometrica, Econometric Society, vol. 68(6), pages 1435-1464, November.]

Também verifiquei que a desigualdade de oportunidades é maior na região Nordeste. Em breve coloco o texto na internet. Porém, para não perder o costume: esse governo do Lula ...

Nenhum comentário: