domingo, 29 de novembro de 2009

A UNE, de novo

Na falta de um regime militar e, portanto, sem pretextos para organizar passeatas nem cantar "bem vamos embora, que esperar não é saber. Quem sabe faz a hora, não espera acontecer..." (lembrando que o Bush também já pulou fora), a União Nacional dos Estudantes (UNE) tornou-se um depósito de parasitas (não que antes não fosse).

Hoje eles gritam, estimulados por financiamentos governamentais (ops, usando o nosso dinheiro): "Dilma presidente" e "Lula, guerreiro do povo brasileiro".

Pois bem, esta instituição, que merece todo o nosso respeito (risos, gargalhadas ...), é acusada de fraudar convênios, forjar orçamentos e não prestar contas de recursos públicos recebidos nos últimos dois anos. (AQUI)

Só gente de primeira categoria. Cantemos "apesar de você, amanhã há de ser outro dia ...".

Nenhum comentário: