segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Momentos Heterodoxos

O Senhor "O" e o Alex analisam dois textos heterodoxos, são eles:

"Desindustrialização: conceituação, causas, efeitos e o caso brasileiro" de J.L. Oreiro

"Real exchange rates, domestic and foreign savings: the missing link" de Gala & Rocha


Os comentários são muito esclarecedores, vale a leitura.

Contudo, uma observação nos comentários me chamou a atenção. Um anônimo disse:

[...] Ser heterodoxo não significa ser picareta ou estúpido.
Porém, vocês ortodoxos não podem exigir de nós heterodoxos o mesmo nível de sofisticação nos modelos. Afinal, vocês têm décadas de desenvolvimento teórico, com dezenas de milhares de economistas fazendo contribuições marginais. Nós heterodoxos somos poucos e começamos a modelar há pouco tempo. Seria como exigir que o Tabajara Futebol Clube ganhasse o jogo da seleção brasileira de 70. Um dia nós chegamos lá, mas sejam mais razoáveis conosco.


Alex rebate:

Claro que podemos. Se nao esta preparado para a primeira divisao, entao va jogar na segunda...


Entenderam? É complicado afirmar que "análises de correlação não implicam causalidade" e, em seguida, baseado em correlações, dizer: "Esses dados nos permitem, ainda que de forma preliminar, apontar para a apreciação da taxa real de câmbio como A CAUSA FUNDAMENTAL do processo de desindustrialização da economia brasileira nos últimos 27 anos", não acham?

Sei que a resposta virá (veio) na forma: "A ressalva preliminar indica claramente que não se trata de um resultado conclusivo, mas um indício. Em breve terei procedimentos empíricos mais consistentes para provar a causalidade." Sim, sim, estamos aguardando com ansiedade.

2 comentários:

Michel disse...

Erik...acho que o comentário do anônimo do blog do Alex foi irônico...num acha não?

Erik Figueiredo disse...

Michel, não sei se ele foi irônico ou não, mas a resposta do Alex foi perfeita. Obrigado pela visita.
Abraços,