segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Deixa o João fazê-lo

Cito uma fala do físico Richard Feynman. Ela refere-se ao ato de pesquisar e se envolver em tarefas administrativas na universidade:

Daí eu ter inventado outro mito para mim mesmo - que sou irresponsável. Digo a toda a gente que não faço nada. Se alguém me pede para estar num comitê para tratar das admissões, a resposta é não, sou irresponsável, não ligo nenhuma aos alunos - é claro que quero saber deles, mas também sei que qualquer outra pessoa vai fazê-lo, por isso adoto a posição de "deixa o George fazê-lo" [...] OK, não está certo, mas faço-o porque gosto muito de física e quero ver se ainda consigo fazê-la, logo sou egoísta.


Richard P. Feynman, O prazer da descoberta. Gradiva, 1999.

Nenhum comentário: