quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Vexame institucional

O dia de ontem foi marcado por um vexame institucional. A conversa entre os alunos do PPGE e o professor Flávio Ziegelmann não aconteceu porque os alunos, simplesmente, não apareceram.

É um bom sinal para uma instituição que pretende manter um curso de doutorado.

Contudo, mesmo diante deste fiasco, eu e o Flávio continuamos o nosso trabalho. No final do dia fechamos as rotinas para a simulação de nosso novo paper.

Hoje teremos mais um seminário. Já prevejo: no final da apresentação todos ficarão mudos e baterão palmas. Bem vindos à vida acadêmica da UFPB.

3 comentários:

Ana disse...

Erik, se eu tivesse em João Pessoa teria participado.Uma pena mesmo que o pessoal não dê valor,nem tenha o mínimo de interesse e consideração com o esforço de vocês.

Wellington Alves disse...

Prof. Erik, realmente deve ser frustrante trazer um professor de fora e os alunos do curso de pós-gradução que serão os futuros "pesquisadores" e tem nesse encontro uma ótima oportunidade para trocar conhecimento desperdiçam essa oportunidade. Imagino a sua indignação com tal fato.
O sr. deve estranhar esse primeiro comentário que faço em seu blog. Realmente não nos conhecemos, mas sempre acompanho suas postagens, bem como seu twitter e, primeiramente, fico admirado com a sua intensa produção intelectual. Meu nome é wellington, há mais de um ano me preparo para fazer o exame da anpec e assim entrar na pós em JP ou outro centro. Tenho 27 anos, sou funcionário do tre-rn, estou sendo transferido para campina grande e continuarei no tre apenas até passar no mestrado. Me formei em Administração e fui bolsista de iniciação científica por 2 anos. Nesse tempo entre a formatura e a escolha da pós, amadureci muito e me apaixonei por economia, por isso mesmo não sendo formado na em economia pretendo seguir a pós em econometria.
Bem, acho que acabei escrevendo muito e tomando seu tempo. Mas no final das contas o que me entristece é que muitos que não pretendem ser pesquisadores estão fazendo mestrado só para conseguir um título, infelizmente.
Aproveitando essa oportunidade, gostaria de saber como posso fazer para ser aluno especial do mestrado ou mesmo aluno ouvinte, enquanto não passo na anpec. Nesse tempo em que estou em um serviço burocrático o que mais sinto falta é de o ambiente acadêmico e, principalmente, um prof. que seja um exemplo a ser seguido, assim como o sr.
Foi um grande prazer poder entrar em contato com o sr. e, mesmo que não haja resposta desse comentário, continuarei admirando-o e acompanhado os seus posts. Espero que eu seja selecionado no mestrado e possa o encontrar pessoalmente.

Wellington Alves

Wellington Alves disse...

Ah, esqueci de colocar meu e-mail: walves1@gmail.com, caso o sr. queira me responder.