quinta-feira, 24 de março de 2011

Livros




Acabo de receber os livros:

Self-ownership freedom and equality, G.A. Cohen

Meritocracy and Economic Inequality, Kenneth Arrow, Samuel Bowles, Steven N. Durlauf (Editors).

O primeiro é um clássico da literatura sobre desigualdade e responsabilidade individual. Já o segundo é uma coleção de artigos divididos em quatro partes: 1) Mérito e oportunidade; 2) Causas e conseqüências da inteligência; 3) Escolaridade e oportunidades econômicas; 4) Políticas. São 12 textos escritos por grandes pesquisadores como A. Sen, J. Roemer, S. Bowles, J. Heckman, R. Bénabou, entre outros. No momento estou lendo "Meritocracy, redistribution, and the size of the pie" do R. Bénabou.

quarta-feira, 23 de março de 2011

A popularidade dos softwares econométricos

Quem é o software da moda? O Robert A. Muenchen responde:

The Popularity of Data Analysis Software

This page presents various ways of measuring the popularity or market share of BMDP, JMP, Minitab, R, R-PLUS, Revolution R, S-PLUS, SAS, SPSS, Stata, Statistica, and Systat, as well as two implementations of the SAS Lanugage, Carolina and WPS. I plan to update this paper twice a year at http://r4stats.com to provide an ongoing view of the software. The most recent update was on March 20, 2011 when I added updated most the data overall and added coverage of Statistica, WPS and Carolina.


P.S.1: Dica do grande João Ricardo.
P.S.2: O Shikida vai gostar do desempenho do R.

segunda-feira, 21 de março de 2011

Capital humano

O Shikida mata a pau neste post:

A importância do capital humano no Japão e da falta que ele faz na selva

Excelente entrevista no Estadão de hoje, mostrando que o comportamento civilizado dos japoneses não é fruto de algum “DNA” próprio, mas sim do bom e velho – mas sempre negligenciado no Brasil, por vários – capital humano [...]

Camaradas tomando coca-cola com tapioca

Extra, Extra! Direto do site Vermelho.com:

PCdoB condena agressão militar imperialista contra a Líbia

(Grifo meu, notadamente, um grifo imperialista).

Entretando, o mesmo partido não condena as doações recebidas da Coca-Cola, McDonald’s e Bradesco. Doações estas associadas a realização da copa do mundo e olimpíadas:

O levantamento foi feito pelo jornal Folha de S. Paulo mostrou que a verba recebida pelo PC do B dos patrocinadores de Olimpíada e Copa quintuplicou em 2010 em relação à eleição anterior.

A Coca-Cola foi a que deu mais dinheiro: R$ 450 mil para o partido comunista. O Banco Alvorada, controlado pelo Bradesco, doou mais R$ 350 mil, e o McDonald’s do Brasil contribuiu com R$ 40 mil.


O ministro das tapiocas tá botando pra quebrar. É Tudo pelo social! Viva a revolução socialista!

Mini-curso e texto na net

Iniciei o Mini-curso sobre "Tópicos em Desigualdade de Renda" hoje.
A turma é excelente! Alunos de graduação, mestrado e doutorado, professores de outros departamentos, ex-alunos do PPGE, enfim, uma heterogeneidade boa.

A idéia é formar um grupo de pesquisadores voltados para esta área. O passo inicial já foi dado. O primeiro texto, fruto desse esforço, foi submetido para uma revista top nacional e disponibilizado na página do PPGE da UFRGS.

Desigualdade de Oportunidades no Brasil:
Uma Decomposição Quantílica Contrafactual


Grande Cleiton, eu queria ter um filho assim!

domingo, 20 de março de 2011

sexta-feira, 18 de março de 2011

Dica

Se você está desenvolvendo o artigo em LaTeX e visualizando os resultados em .PDF, o software FineCount será util na confecção de estatísticas relacionadas ao número de palavras, de caracteres, de linhas, de laudas etc.

quinta-feira, 17 de março de 2011

Pesquisa Financiada

Algumas das áreas temáticas do Programa de Fomento a Pesquisa em Desenvolvimento Econômico - PDE/BNDES/ANPEC, são uma piada.

Imaginem uma área chamada de 'Ensaio sobre a “Guerra Cambial”', ou 'Desenvolvimento Regional: a Economia Fluminense'. Só faltam os nomes dos autores que o BNDES deseja financiar. Sugiro que no ano que vem o edital contenha uma área chamada 'Desenvolvimento Regional: a Economia de Conceição na Paraíba', pesquisador de interesse do banco: Erik Figueiredo.

quarta-feira, 16 de março de 2011

Terminado e submetido

O texto "Desigualdade de Oportunidades no Brasil: Uma Decomposição Quantílica Contrafactual", foi submetido hoje. Eu já havia preparado uma versão inicial, mas estava descontente com as análises do artigo.

Diante disso, convidei o Cleiton Roberto a participar da pesquisa. A leitura do Cleiton foi muito importante para a conclusão do artigo. Vamos aguardar o resultado.

Ministério da Cultura

O Ministério da Cultura informa:

"O mundo precisa de poesia"

E para tornar o mundo melhor, o Ministério deu uma autorização para cantora Maria Bethânia captar R$ 1,3 milhão. O dinheiro servirá para à criação de um blog intitulado: "O mundo precisa de poesia". Lindo, não? (AQUI).

Como é bom ser um artista e/ou intelectual(???) e apoiar o governo!

terça-feira, 15 de março de 2011

Iniciando

O ano começará hoje na UFPB.

Aulas de Estatística no PPGE e de Econometria na Graduação.

Na semana vindoura teremos o mini-curso sobre "Tópicos em Distribuição de Renda".

Com relação às pesquisas, estou tirando um artigo da gaveta. Mais um sobre mensuração da injustiça (ele já estava pela metade).

Pretendo lançar uma série de seminários internos. O objetivo é expor e discutir pesquisas em andamento dos professores do PPGE.

No mais, sigo com as leituras.

segunda-feira, 14 de março de 2011

Fora do ar III

Estou sem acesso à internet desde sábado. A JET parece incapaz de solucionar o problema.

Enquanto isso, fui último lugar no desafio de kart "Aniversário de José Luis" no sábado. Me senti um Bruno Senna.

sábado, 12 de março de 2011

Ditados populares: evidência empírica

Em 2007 uma série de pesquisadores divulgou um livro buscando explicar os ditados populares sob a ótica da ciência econômica:

EM TERRA DE CEGO QUEM TEM UM OLHO É REI:
USANDO TEORIA ECONÔMICA PARA EXPLICAR
DITADOS POPULARES


Diante disso, os políticos brasileiros inovaram. Agora eles lançam a série: "Evidências empíricas dos ditados populares".

O capítulo inicial é "Colocando a raposa para tomar conta do galinheiro", ou:

Eduardo Cunha vai integrar grupo que cuidará de licitações para Copa e Olimpíadas

sexta-feira, 11 de março de 2011

O crime compensa

O amigão de Lula, Paulo Okamotto, também conhecido pelos escândalos do mensalão e por receber uma verdadeira bolada do bolsa ditadura (AQUI, AQUI, AQUI ...), será agraciado (???) com o título de cidadão paraibano:

Ex-presidente do Sebrae recebe Título de Cidadão Paraibano

Os deputados estaduais e o governador do estado estarão presentes na cerimônia.

quinta-feira, 10 de março de 2011

Divulgando

XVI ENCONTRO REGIONAL DE ECONOMIA

O evento será realizado nos dias 18 e 19 de julho, na cidade de Fortaleza (CE).

O período para submissão de trabalhos será de 4 de abril a 4 de maio de 2011.

Mais informações AQUI.

quarta-feira, 9 de março de 2011

Handbook


Acabei de receber o "Handbook of Income Distribution", A.B. Atkinson and
F. Bourguignon.

Mais de mil páginas de uma leitura obrigatória.

sexta-feira, 4 de março de 2011

Fora do ar

De saída para o Rio Grande do Norte.
Ficaremos sem postagens até a próxima quarta-feira.

Enquanto isso, fiquem com dois exemplos de como usar o seu celular.



Formação de capital humano

A Revista "Nova" acaba de lançar uma campanha de qualificação da mão-de-obra brasileira:

Como descolar um gringo no carnaval

É evidente que que os ensinamentos também são válidos para a copa do mundo e as olimpíadas.

P.S.: Este post é uma homenagem ao Selva Brasilis.

quinta-feira, 3 de março de 2011

Grandes Pesquisadores

Retomando a série "Grandes Pesquisadores", apresento o professor Marc Fleurbaey (University Paris Descartes). Seus interesses de pesquisa são extensos, porém, destaco a sua contribuição para a "Fair social orderings".

Mini-curso

A ementa do mini-curso sobre Distribuição de Renda contém apenas os textos clássicos.

Por conta disso, indico a leitura de alguns artigos. Vou dividi-los por tema, ou aula:

Aula 01: Desigualdade de Renda, Pobreza e Bem-estar

Textos:

Barros, R. & Mendonça, R. (1995). A evolução do bem-estar, pobreza e
desigualdade no Brasil ao longo das últimas décadas - 1960/90. Pesquisa
e Planejamento Econômico, 25(1), 115-164.


Barros, R., Henriques, R. & Mendonça, R. (2001). A estabilidade
inaceitável: desigualdade e pobreza no Brasil. IPEA: Texto para
discussão n.800, 2001.


Neri, M. (2006). Desigualdade, estabilidade e bem-estar social.
EPGE-FGV: Ensaios Econˆomicos, n. 637.


Figueiredo, E. & Ziegelmann, F. (2009). Mudança na distribuição de renda no Brasil: significância estatística e bem-estar econômico. Revista de
Economia Aplicada, (in Portuguese), 13, 257-277.


Aula 02: Desigualdade de Oportunidades

Textos:


Bourguignon, F., Ferreira, F. & Menéndez, M. (2007).
Inequality of opportunity in Brazil. Review of Income and
Wealth, 53, 585-618.


Checchi, D. & Peragine, V. (2009). Regional disparities and
inequality of opportunity: the case of Italy. Journal of
Economic Inequality, forthcoming.


Figueiredo, E. & Ziegelmann, F. (2010). Estimation of
opportunity inequality in Brazil using nonparametric local
logistic regression. Journal of Development Studies 46(9), 1593-1606.


Aula 03: Teorias de Justiça e Distribuição de Renda Injusta

Textos:


Aaberge, R. & Colombino, U. (2009). Accounting for Family Background
when Designing Optimal Income Taxes: A Microeconometric Simulation
Analysis, IZA Discussion Papers 4598, Institute for the Study of Labor
(IZA).


Alm°as, I., Cappelen, A., Lind, J., Sørensen, E., Tungodden, B. (2010).
Measuring unfair (in)equality. Journal of Public Economics
(forthcoming).


Betts, J. & Roemer, J. (2005). Equalizing opportunity for racial and
socioeconomic groups in the United States through educational finance
reform, Department of Economics UCSD, paper 2005’14.


Figueiredo, E. (2010). Measuring Unfair Inequality in Brazil — 1995
to 2009. Mimeo.


Fleurbaey, M. & Maniquet, F. (2011). Compensation and responsibility.
In: Arrow, K., Sen, A. & Suzumura, K. (eds). Handbooks in Economics:
Social choice and welfare, v. II. Amsterdam: Elsevier.


Aula 04: Mobilidade de Renda

Textos:



Ferreira, S. & Veloso, F. (2003). Mobilidade intergeracional de educação
no Brasil. Pesquisa e Planejamento Econômico, v. 33, p. 481-513.


Figueiredo & Ziegelamann (2010). Estimating income mobility using
census data. Physica A: Statistical Mechanics and its Applications,
Volume 389, Issue 21, 1 November 2010, Pages 4897-4903.




Figueiredo, E. & Ziegelmann, Flavio Augusto. Algumas simulações de
efeitos de mobilidade de renda sobre o nıvel de bem-estar. Revista
Brasileira de Economia, v. 63, p. 317-328, 2009.


Figueiredo, E. O impacto da mobilidade de renda sobre o bem-estar
econômico no Brasil. Revista de Economia Aplicada, v. 13, p.
475-486, 2009.



Aula 05: Instrumentais Uteis: Modelos não-paramétricos e Análise Contrafactual

Sem indicações de leitura.

Medindo a inveja

A inveja pode ser mensurada? De acordo com Frank Cowell e Udo Ebertm, isto é possível se considerarmos o contexto da distribuição de renda: "Our purpose is to examine the ‘‘envy’’ within the context of income inequality measurement [...]"

Inequality and Envy

No mais, os indicadores sugeridos podem ser adaptados à literatura de injustiça. Basta trabalhar com a renda observada e algum conceito de norma justa.