quinta-feira, 14 de abril de 2011

Notícias populares

Estou com dois bons orientandos no mestrado. Uma estudará a pobreza sob o ponto de vista antropométrico. Aliás, a Gabriela já está adiantando muito bem as suas leituras. O outro, o velho conhecido e parceiro desde que eu era seu professor no quarto período da graduação em economia, vai estudar funções de ordenamento social sob a ótica das teorias da justiça (Marc Fleurbaey? Presente! Cleiton Roberto? Presente!)

Na graduação tenho uma excelente aluna iniciando o estudo da desigualdade de oportunidades, a Amanda. Outros camaradas estão se aproximando para criar um ambiente de pesquisa. É o caso do amigo e professor do Departamento de Finanças e Contabilidade, Herbert Rêgo.

Hoje fechamos e submetemos mais um artigo. Eu o Cleiton e o Herbert botamos nossa cara a tapa no melhor periódico nacional no momento (desculpem os que pensam diferente, mas para mim é a Economia Aplicada. O que um bom corpo editorial não faz ...).

No mais, a vida segue. O ranking do squash paraibano está aí e estou me preparando para ganhar posições.

6 comentários:

Diogo disse...

Oi Erik, tudo bom?
Eu só fiquei curioso sobre a Economia Aplicada. Qual o motivo para considerar como melhor periódico nacional? Eu gosto da revista, mas queria saber o motivo. Não estou contrariando, só fiquei surpreso. O julgamento é com base na qualidade dos artigos, pela demora na avaliação, com base no que?
Abs.,
Diogo (leitor assíduo do blog).

Erik Figueiredo disse...

Olá Diogo,

Me baseio na eficiência do corpo editorial e na qualidade dos pareceres recebidos. Sei que existem revistas mais tradicionais, como a RBE, por exemplo, mas, no momento, a REA está muito bem. Abraços,

Diogo disse...

Oi Erik,
Obrigado pela resposta. O que eu penso é que existem revistas com a qualidade de artigos talvez superior que a da Economia Aplicada, com o exemplo da RBE especificamente. Mas eu não sei como é o processo para publicação nessas revistas.
Concordo com o seu comentário, por exemplo, recebi um parecer horrível (vergonhoso) da revista Economia da Anpec a tempos atrás.
Abs.

Erik Figueiredo disse...

Diogo,

Sem dúvida que a RBE tem melhores artigos. A BRE também se destaca, assim como a PPE. Porém, minha crítica tem o objetivo de alertar para o processo editorial. Em algumas revistas se você não pertence a alguns departamentos e tampouco é amigo das pessoas certas, seu paper será tratado de uma forma diferente (pro mal, claro!). Entende o que eu quero falar?

A REA o processo é mais claro e eficiente.

Abraços,

Erik Figueiredo disse...

A propósito, a EconomiA da ANPEC é uma das piores do Brasil. O processo editorial é um lixo.

Diogo disse...

Entendi Erik. Ah, tudo bem. Eu gosto da revista Economia Aplicada, particularmente, até por isso que perguntei.
Acho que deve haver um alerta porque o desenvolvimento da pesquisa no Brasil está sendo penalizada. Um paper levando um ano ou até mais para ser avaliado, para depois ser aceito, etc. Enfim, até ser publicado vai até uns 3 anos. Dessa maneira, vai pode ser mais interessante ler o working paper para manter o ritmo do que se está fazendo no Brasil (além de acompanhar os eventos).
Eu tive bons processos com a PPE e Análise Econômica. Tomare que não sejam casos isolados e que essas revistas estejam sendo bem editoradas. Eu sou novato no ramo, mas é difícil isso porque quando volta a avaliação do trabalho, você quase não lembra mais o que fez.
Bom, valeu o esclarecimento. Abs.