terça-feira, 5 de julho de 2011

A força das teorias marxistas

É impressionante como grande parte dos argumentos marxistas são bem fundamentados.

Um exemplo é a teoria da falha de percepção top down. Explico: para os postulantes dessa teoria, a relação "percepção de injustiça–política redistributiva” é falha, pois,
os trabalhadores possuem uma “falsa consciência” sobre a equidade
do mercado, recompensas e as perspectivas de melhorar sua renda a partir
do esforço, depois de ter sofrido uma lavagem cerebral pela propaganda dos
capitalistas que controlam a educação e a mídia, entre outros meios.

Contudo, sem muito esforço, Alesina & Glaeser (2004) contra argumentam que, da mesma forma, países com forte tradição sindical podem “convencer” os trabalhadores do inverso. E provam isso com dados.

Próxima???

Alesina, A. & Glaeser, E. (2004). Fighting Poverty in the US and Europe: A
World of Difference. Oxford: Oxford University Press.

Nenhum comentário: