sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Prestação de Contas - CNPq

Passei a tarde fechando o relatório de prestação de contas do Edital Universal do CNPq.
Quem já fez isto uma vez na vida sabe o quanto é chato.

Me refiro, especificamente, à planilha financeira. Para cada compra efetuada, você deve declarar o CNPJ do vendedor, a sua razão social, o número de cheque, o número da nota, especificação do produto e, por fim, o valor.

Olhando assim parece fácil, mas imagine que você comprou 40 livros, vários materiais de escritório, computador, impressora ... Ou seja, você pode ter mais de 50 notas fiscais.

Pra diminuir o sofrimento na hora da prestação de contas, sugiro os seguintes procedimentos:

a) use um cheque para cada nota fiscal;

b) enumere as notas de acordo com a categoria a qual elas pertencem (capital, material de consumo, etc);

c) possua saldos mensais de sua conta;

d) guarde todos os canhotos dos cheques, inclusive os não usados;

e) na compra de material permanente, em especial computadores, tenha pelo menos três orçamentos em mãos;

f) evite a contratação de serviços de pessoas físicas, e;

g) tire fotocópia de todas as notas e as guarde. Só se livre delas quando sua prestação de contas for aprovada pelo Conselho (O CNPq exige que você envie as notas originais. Portanto, elas podem sumir na mão dos Correios ou de algum burocrata do Conselho).

Isto não te livrará da digitação das informações uma a uma. Contudo, ajudará muito, não só no preenchimento, como em eventuais dores de cabeça relacionadas a não aprovação do relatório.

Um comentário:

Anônimo disse...

Obrigado pela excelente informação, Erik.