quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Coincidência acadêmica

Martin Ravallion inicia seu paper "Growth, Inequality and Poverty: Looking Beyond Averages" (AQUI), com a seguinte frase:

The recent backlash against globalization has given new impetus to an old debate on whether the poor benefit from economic growth. The following quotes from The Economist seem to represent well the two main opposing views on the matter:


Seguindo a mesma linha de raciocínio, o pesquisador (?) português Artur Baptista da Silva, inicia sua tese de doutorado, intitulada "Growth, Inequality and Poverty
Looking Beyond Averages" (AQUI), com a seguinte frase:

The recent backflash against globalization has given new impetus to an old debate on weather the
poor benefit from economic growth [...]


Pelo que podemos ver, a literatura está convergindo. Entendam tudo AQUI.

P.S.: Informação plagiada, ops ... Obtida a partir do Facebook da Marcia Godoy.



quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Núcleo de Estudos em Economia Social (NEES)

Ontem criamos o Núcleo de Estudos em Economia Social (NEES)-UFPB. Além da proposta acadêmica (papers, monografias, dissertações e teses), pretendemos gerar e discutir estatísticas relacionadas à realidade paraibana. Em resumo, as atividades iniciais serão:

a) Elaboração de boletins de conjuntura abordando os temas sociais paraibanos;
b) Curso preparatório para os calouros de Economia/UFPB;
c) Organização de um encontro de pesquisa anual.

Em breve serão divulgadas as informações sobre o I Encontro, que ocorrerá em fevereiro de 2013. Serão nove artigos ligados aos pesquisadores do NEES, além da presença de um palestrante externo à UFPB.
No mais, os nossos boletins tentarão “fugir” das abordagens tradicionais ligadas á pobreza e desigualdade, bem como das estatísticas oficiais já amplamente divulgadas. O tema do nosso primeiro boletim será o impacto do background familiar sobre o desempenho dos alunos paraibanos no ENEM.
O site está sendo construído, porém, algumas informações já podem ser obtidas no Facebook (pesquisem por NEES - Núcleo de Estudos em Economia Social), e no diretório do CNPq: http://dgp.cnpq.br/diretorioc/fontes/detalhegrupo.jsp?grupo=0083603COY5EQ0.

Estão todos convidados!

Nota no ENEM e Background familiar

O texto desenvolvido pelos pesquisadores Fernanda Santana e Lauro Nogueira aborda o efeito do background familiar sobre o desempenho dos alunos no ENEM. Plotarei dois resultados: 1) a primeira figura mostra a nota do filho condicionada aos anos de estudo do pai. A curva mais à direita, são as notas dos filhos de pais com nível superior; a mais à esquerda, em azul, são as notas dos filhos de pais analfabetos. O padrão se repete na segunda figura. Contudo, agora a nota é condicionada a renda do pai. Pais ricos à direita, pais pobres à esquerda.




Em resumo, no Brasil, sua origem importa!



terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Universidade: o templo do conhecimento

Estamos caminhando (e muito rápido), para a barbárie.
As universidades estão nos ensinando como fazer:

Jovem circula completamente nu no setor II da UFRN

Em breve dirão que se trata de um novo tipo de arte, ou um protesto contra o consumismo da sociedade moderna ... (ler, escrever e fazer contas que é bom...)

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Convite: Defesa de Dissertação

Valdemiro Severiano Júnior

“Dos ensaios sobre distribuição de renda: desigualdade injusta e persistência da pobreza”


30 de novembro de 2012 (sexta-feira)
10:00 horas
Sala 01 do Bloco da Pós-Graduação do CCSA

BANCA EXAMINADORA:

Prof. Dr. Erik Alencar de Figueiredo (UFPB) – Orientador

Prof. Dr. José Luís da Silva Netto Júnior (UFPB) – Examinador Interno

Prof. Dr. Jorge Luiz Mariano da Silva (UFRN) – Examinador Externo

domingo, 11 de novembro de 2012

Conference on “Income, Wealth and Well-being in Latin America"

Call for papers
IARIW-IBGE Special Conference on “Income, Wealth and Well-being in Latin America”
Rio de Janeiro, Brazil, September 11-14, 2013

The International Association for Research in Income and Wealth (IARIW) and the Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) invite papers for an international scientific conference on “Income, Wealth and Well-being in Latin America”, to be held in Rio de Janeiro, Brazil, on September 11-14, 2013. The objective of the conference is to bring together researchers working on income and wealth issues in (or relevant for) Latin America, to present original research. Empirical or theoretical papers in the following areas are especially welcome:

 Measurement of national income and wellbeing
 Income distribution
 Inequality (of income, wealth, education or opportunities)
 Poverty
 Socio-economic mobility
 Definition and measurement of the middle class
 Taxes, transfers and redistribution
 Subjective wellbeing and happiness
 Polarization

Full papers (not exceeding 30 pages), or extended abstracts (not exceeding two pages) should be sent to the IARIW secretariat at brazil2013@iariw.org, by March 31, 2013

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Acabo de ser informado ...

Caro(a) Pesquisador (a);
ERIK ALENCAR DE FIGUEIREDO,

A Capes tem a satisfação de informar a aprovação do Estágio Pós-Doutoral no
exterior de 1/2013 a 12/2013, na UNIVERSITY OF TENNESSEE, KNOXVILLE/ESTADOS UNIDOS.(...)

Espero que eu possa desenvolver um bom trabalho junto ao departamento da Universidade.
Sou grato aos professores Claudio Shikida, Sabino Porto Jr, Flávio Ziegelmann e Jorge Luiz Mariano, pois, suas cartas de recomendação foram essenciais para a aprovação da minha bolsa. Ao professor Luiz Renato Lima pelo apoio e ajuda com o processo. Ao professor José Luis Netto Jr por assumir minha carga horária nos próximos três anos (assim poderei descansar após o meu retorno rsss) e a Professor Maria por ter me dado um 4 em matemática na 4ª série...

P.S.: Vou dar um pulo em El Paso, Jocka.

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Texto publicado

DESIGUALDADE DE OPORTUNIDADES NO BRASIL:
EFEITOS DIRETOS E INDIRETOS
Erik Alencar de Figueiredo*
Cleiton Roberto da Fonseca Silva†
Herbert de Oliveira Rego‡

O objetivo deste estudo é mensurar a desigualdade de oportunidades
brasileira. Para tanto, utilizam-se a abordagem teórica desenvolvida por
Pistolesi (2009) e o método de geração de contrafactuais de Chernozhukov et al. (2009). A estratégia empírica adotada permite ao menos dois
avanços em relação às propostas pregressas: a) admite o efeito da variável
explicativa em diferentes pontos da variável dependente e b) emprega um
método que generaliza diversas abordagens utilizadas na literatura. Os resultados indicam que a proporção da desigualdade de oportunidades na
desigualdade total é de cerca de 35%.



* Programa de Pós-Graduação em Economia. Universidade Federal daParaíba, Brasil. Pesquisador do CNPq. E-mail: eafigueiredo@gmail.com
† Programa de Pós-Graduação em Economia. Universidade Federal daParaíba, Brasil. E-mail: cleiton.roberto@yahoo.com.br
‡ Departamento de Finanças e Contabilidade. Universidade Federal da Paraíba, Brasil. E-mail: hebert.rgo@gmail.com

I Encontro de Economia Pernambucana

Estarei lá em uma mesa redonda com os Professores Raul Silveira Neto e Mansueto Almeida:

Mesa 2: Geração de Oportunidades, Desigualdade e Pobreza
Gisléia Benine Duarte, PADR-UFRPE – Coordenadora da mesa
Raul Silveira Neto – PIMES/UFPE
Mansueto Almeida – IPEA
Erik Figueredo – UFPB

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Divulgando

MINI-CURSO - PPGE

Macroeconomia aberta: estudos pós-crise econômica de 2008

MINISTRANTE: RONALD OTTO HILLBRECHT

PROFESSOR ADJUNTO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL. POSSUI GRADUAÇÃO PELA UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE (1984), MESTRADO PELA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (1990) E DOUTORADO EM TEORIA ECONÔMICA PELA UNIVERSITY OF ILLINOIS(1995). ATUANDO PRINCIPALMENTE NOS SEGUINTES TEMAS:MONETARY POLICY, POLITICAL ECONOMY.



· Data: 27 de novembro a 01 de dezembro

· Inscrições: Secretaria do PPGE

· Carga horária: 15h

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Mais um

O artigo: "Mobilidade social e demanda por redistribuição na América Latina", acaba de ser aceito para publicação na Cepal Review. Esse artigo é fruto de um projeto do amigo Cleiton Roberto Silva. Salvo engano é a nosso 4 publicação juntos e temos mais coisas sendo avaliadas.

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Rápidas:

1) Novo ranking da CAPES? Que nada, eu prefiro este AQUI;

2) Novo texto saindo do forno. Minha primeira parceria com meu amigo Márcio Laurini;

3) Parecer solicitado, parecer entregue. Nunca passo mais de um mês com um paper em minhas mãos;

4) Trabalhando em mais uma parceria com o Jocka Faria. Primeira versão quase terminada;

5) O CNPq só me nega as coisas ...

terça-feira, 25 de setembro de 2012

De repente, lembranças

É muito bom ter amigos.
Essa é para meu grande amigo Rogério Reis:

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

De malas prontas

Tudo pronto para a apresentação do meu artigo no Encontro da European Association of Law & Ecomics.

(Textos disponíveis AQUI).

Os organizadores estão dando um show de profissionalismo. Informações detalhadas sobre o congresso, transportes e eventos sociais foram enviadas via email.

O debatedor de meu artigo escreveu adiantando questões relevantes ao debate. O coordenador da mesa alertou sobre os horários e prazos.

Estou, realmente, impressionado.

Pelo que vejo, não ficarei maravilhado apenas com Estocolmo.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Congresso ABDE

Vou participar, pela primeira vez, de um congresso de Law & Economics no Brasil.

Consegui aprovar três trabalhos na Associação Brasileira de Direito e Economia – ABDE (Detalhes do congresso AQUI). Os artigos são:

1) Fairness and Redistribution: the Case of Latin American Countries;

2) Fairness and Income Redistribution: an Analysis of the Latin American Tax System - Com Cleiton Roberto Silva (Mestre em Economia pela UFPB) e;

3) Desigualdade de Renda, Instituições e Percepções Subjetivas de Justiça: Um Esforço Teórico Inicial, com José Ricardo Ferreira Lima (Graduação em direito da UNIPE).

(Relação completa AQUI).

Agradeço a Bradson Camelo e Flavianne Nóbrega (Direito UFPB) pelo estímulo.

O Qualis nosso de cada dia

O Bernardo Guimarães resume tudo:

Qualis as a Measuring Stick for Research Output in Economics
Bernardo Guimarães
São Paulo School of Economics-FGV, Brazil.

My point is a di fferent one: research output in Brazil has not been properly measured, and it should be. For many students and professionals, the fundamental criteria for evaluating a department is its research impact on the academic community, usually proxied by something like the CL ranking. That is how researchers
around the world evaluate their peers, that is what drives academic reputations
of universities, that is why the likes of Harvard and MIT are considered to be the
best.

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Divulgando



Seminário em homenagem a Milton Friedman na UFRGS.

100 anos de Milton Friedman

Informações cliquem AQUI.

Coordenação e Organização:

Prof. Dr. Giácomo Balbinotto Neto (PPGE/UFRGS)
Prof. Roberto Camps Moraes (PPGE/UFRGS)
Prof. Dr. Ronald Hillbrecht (PPGE/UFRGS)

Informações:

Dias 10 e 11 de setembro de 2012, das 19h às 21h30min
Local: Faculdade de Ciências Econômicas, Av. João Pessoa, 52
Taxa de inscrição: R$ 10,00
Quem foi Milton Friedman

Programação:

Dia 10/09 - Segunda-Feira

Abertura

Apresentação: Giacomo Balbinotto Neto (PPGE/UFRGS)
Palestrante: Fernando Holanda Barbosa (EPGE/FGV-RJ)

Dia 11/09 - Terça-Feira

Mesa redonda sobre as contribuições de Milton Friedman

Ronald Hillbrecht (PPGE/UFRGS)
Giacomo Balbinotto Neto (PPGE/UFRGS)
Roberto Camps Moraes (PPGE/UFRGS)


Participantes:

Fernardo de Holanda Barbosa - Ph.D. em Economia, Universidade de Chicago, 1975. Atualmente Professor da EPGE/FGV-RJ.

Giácomo Balbinotto Neto - Doutor em Economia pela USP (2000). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) junto ao Programa de Pós-Graduação em Economia (PPGE).

Ronald Hilbrecht - Ph.D. em Economia pela University of Illinois, U-C., Estados Unidos (1995). Atualmente é professor associado da Universidade Federal do Rio Grande do Sul junto ao Programa de Pós-Graduação em Economia (PPGE).

Roberto Camps Moraes - Ph.D. em Economia pela Universidade de Vanderbilt, EUA, 1986. Foi professor titular na Universidade Federal do Rio Grande do Sul e professor do Programa de Pós-Graduação em Economia.

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Mais um comunicado contra a greve

Repasso email do Professor Climério Avelino, do CCS.

Caros colegas professores

Amanhã, quarta-feira, haverá assembleia. Em um comunicado, o Comando Nacional de Greve (CNG) já aponta para a saída da greve. Pede que as assembleias discutam datas. Mas acrescenta que continuemos em greve para que todas as universidades saiam ao mesmo tempo.

Tal qual um comandante de tropa que diante da derrota inevitável procura salvar a honra (pelos menos parte dela) evitando a debandada da tropa, o CNG e o ANDES querem que todas as universidades saiam juntas para sair gritando vitória pela unidade do movimento. Esta proposta é
ótima para eles (CNG e ANDES) e péssima para nós e para os alunos.

Não tem sentido continuar a greve por um só dia. Devemos acabá-la amanhã e retornar às aulas no dia 10/09. A maioria esmagadora dos professores é favorável ao término imediato. Mas para que isto ocorra é necessário que estejamos, amanhã, na assembleia.

Normalmente, ela começa por volta das 10h00, mas até às 11h00-11h30 só tem discursos (repetitivos, que já são do nosso conhecimento). Quem tem pouco tempo e/ou não tem paciência para isto, poderá aparecer perto da hora da votação (Em torno de 11h30).

Todo professor poderá votar, independente de ser sócio ou não da ADUFPB.

P.S.: Agradeço ao professor Flávio Lucio Viera pelo repasse da mensagem.

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Contra o Mensalão

Já vimos que o STF não dará conta do mensalão. Só nos resta uma opção:

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Divulgando

Associação Brasileira de Direito e Economia – ABDE

V Congresso Anual da ABDE

24 a 26 de Outubro de 2012, Recife – Pernambuco

APRESENTAÇÃO


O V Congresso Anual da ABDE ocorrerá nos dias 24 a 26 de outubro de 2012, em Recife-PE. O tema central do Congresso será Direito e Economia: interação para o desenvolvimento.


O V Congresso Anual da ABDE contará com a parceria interdisplinar dos Programas de Pós-Graduação em Direito e de Economia da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, Universidade Federal da Paraíba - UFPB, Universidade Federal da Alagoas (Direito) - UFAL, Universidade Federal do Maranhão - UFMA, Universidade Católica de Pernambuco (Direito) – UNICAP, Universidade Católica de Brasília - UCB que reunirão estudiosos de todo o Brasil e conferencistas internacionais para contribuir no desenvolvimento da área Direito e Economia.

EVENTOS CONCOMITANTES:
I Congresso Internacional de Análise Econômica do Direito
I Encontro Pernambucano da Nova Economia Institucional
I Simpósio da Associação de Direito e Economia do Nordeste

MINICURSOS
Análise Econômica de Direito – Ministrado pelo Prof. Dr. Ivo Gico Jr (UCB).
Teoria Econômica do Contrato – Ministrado pelo Prof. Dr. Fernando Araújo (FDL – Portugal)
Teoria dos Jogos – Ministrado pelos Profs. Drs. Francisco de Sousa Ramos (UFPE) e Paulo Amilton Maia Leite Filho (UFPB)

COMISSÃO ORGANIZADORA

Marcos Nóbrega, Antonio José Maristrello Porto, Alexandre Bueno Cateb, Ivo Gico Jr., Bradson Camelo, Caroline Torres, Flavianne Nóbrega, Maria Marconiete Fernandes Pereira, Felipe Lobo, Renata Peixoto.

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Greve nas federais

GREVE NAS FEDERAIS: QUEM TEM MEDO DOS PLEBISCITOS?*

*Flávio Lúcio R. Vieira
Prof. Departamento de História da UFPB

Por que incomoda tanto que uma entidade pergunte o que acham os professores das Universidades Federais, fora do ambiente das assembleias, sobre uma proposta que diretamente lhes diz respeito? Por que tantos ataques a um mecanismo que torna possível a participação direta? Afinal, o voto só é válido depois que a “vanguarda” opina sobre como como esse professor deve votar? Qual o critério para dizer que a opinião dos professores que participam das assembleias é mais democrática que a oportunização para que os outros 90 ou 95% participem dessa decisão?

Foi o que fez o Proifes nos sindicatos locais que dirige e nas universidade onde está presente. Da consulta realizada pela entidade, participaram 5.222 professores, de 43 Universidades e Institutos federais. Desses, 3.854 (74%) responderam favoravelmente à proposta e 1.322 (25,3%) foram contrários. Quantos professores participaram das últimas assembleias da Andes? Por que essa entidade não divulga os números dessa participação?

É no mínimo estranho que haja tanta resistência em aceitar a ideia de levar as grandes decisões para além das fronteiras das assembleias. Muitos espumam de raiva à simples menção da proposta e escondem seu constrangimento por serem contra ela, em geral com deboches e ironias. “Isso é peleguismo!”, “É medo de enfrentarem o debate nas assembleias”. Talvez seja isso mesmo. Eu próprio já fui quase agredido quando, na greve de 2005, ousei ser contra a “orientação” do “comando”. As palavras mais elegantes de que fui chamado foram “pelego” e “vendido”, fora os dedos na cara dos que viam na ousadia da minha discordância um ato inconcebível. Hoje, criei coragem e enfrentei essas mesmas pessoas e fui à assembleia defender que a ADUF faça o mesmo e escute os professores, via plebiscito, sobre a proposta do governo e a continuidade da greve na UFPB. Para quê? Ao final de minhas palavras, acorreram à lista de inscritos diversos professores, os de sempre, agora acrescidos por mais alguns jovens professores, já encantados - e tão autoritários quanto - a retórica da Andes.

Tive a ousadia de sugerir-lhes que olhassem para os lados e observassem os ambientes em que são realizadas as assembleias? Quantas pessoas cabem nos auditórios da UFPB. A assembleia que decretou a greve, por exemplo, foi realizada num espaço que cabia menos de 200 professores. Muitos deles retornaram porque sequer puderam entrar no recinto. Fora as vaias dos estudantes, que ocupavam metade dele, contra os que desejavam algo diferente do que estes queriam, como se fossem eles os futuros “grevistas”.

Ou seja, depois de hoje e reforcei a convicção de que quem já foi vítima dessa fúria autoritária não se submete novamente a tamanho constrangimento. Quem é maluco? O que assim procedem acabam “convencidos” da inutilidade de sua resistência, assim como aprendem na prática o significado oposto do que é respeito à pluralidade e à diversidade de opinião. E esse povo criticou durante muito tempo o "pensamento único" e, de vez em quando, se arvoram na crítica do "stalinismo". Pode?

Por isso, mesmo previamente derrotado, mantive a proposta da consulta aos que passam longe das assembleias, pois não é em nome deles as decisões lá são tomadas? Sem eles, não haveria greve; sem eles, não haveria a universidade; sem eles, não haveria sequer sindicato, pois quem pagaria as contribuições anuais? Esses professores são tão professores como os que frequentam as assembleias e merecem ser ouvidos e participarem das decisões que também, espero que sim, lhe dizem respeito.

Por um plebiscito ou qualquer outro mecanismo de consulta para decidirmos sobre a aceitação da proposta do governo e a continuidade da grave. Defenda sem medo. Você não estará numa assembleia da Andes.


quarta-feira, 1 de agosto de 2012

O engatinhar da ciência econômica no Brasil

Leiam o post do Irineu de Carvalho Filho:

Quis submeterum artigo ao encontro da ANPEC em Porto de Galinhas.
Desisti. Afinal o formulario online nao permite que alguem cuja residencia seja fora do Brasil se inscreva.
The horror, the horror!


No mais, caso o Irineu pudesse enviar o trabalho, ele teria que adaptá-lo às normas (pra lá) de científicas do encontro, tais como:

Fontes Arial ou Times New Roman, tamanho 12;

Espaçamento simples entre linhas;

Margens laterais em pelo menos 1,5 cm;

Só serão aceitos trabalhos em Word 6.0 (ou superior) para Windows!

terça-feira, 24 de julho de 2012

Mais um definitivo

O artigo: "Desigualdade de Oportunidades no Brasil: Efeitos Diretos e Indiretos", realizado em parceria com Cleiton Roberto e Herbert Rego, acaba de ser aceito para publicação na Economia Aplicada. Neste ano os resultados estão lentos e difíceis, mas aos poucos eles vão surgindo.

terça-feira, 17 de julho de 2012

Direito de resposta

Claro que NÃO!


Incluímos duas revindicações essenciais:

1º) que os alunos dos cursos superiores saibam ler e escrever (cliquem AQUI) e;

2º) que eles tenham consciência e não depredem o patrimônio público (pichações inclusas).

Grato,

P.S.: Esta foto tirada próximo ao restaurante universitário da UFPB.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

James Durbin (30 June 1923 – 23 June 2012)

O blog lamenta o falecimento de James Durbin. O professor Durbin é responsável por grandes desenvolvimentos em econometria, embora seja reconhecido como um dos formuladores do teste de Durbin-Watson, o professor (Detalhes AQUI).


Ele concedeu uma entrevista ao ET Interview (AQUI).

terça-feira, 26 de junho de 2012

Tentarei ir ...

Congratulations, your submission Fairness and Redistribution: the Case of
Latin American Countries has been accepted for presentation at EALE
Conferences which is being held 2012-09-20 at Stockholm.

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Sakamoto, sem ostentação

Em uma semana de discussões acirradas sobre o papel do Bolsa Família na redução da criminalidade (encerrada, com maestria, pelo post do gênio estatísitico-matemático-filosófico, Gandalf [Cliquem AQUI]), surge mais uma evidência relacionada à teoria do crime.

Para o jornalista e doutor em Ciência Política, Leonardo Sakamoto, a ostentação é um dos principais determinantes da criminalidade. Vejam:

Ostentação em um país desigual como o nosso deveria ser considerado crime pela comissão de juristas que está reformando o Código Penal. Eles não estão propondo que bulling seja crime? Ostentação é mais do que um bulling entre classes sociais. É agressão, um tapa na cara.


Sakamoto expôs suas idéias no Rio+20. Na ocasião, ele ostentava um belo Macbook de 4 mil reais.



Pra variar, o Flavio Morgenstern também tirou uma casquinha (AQUI)

Gandalf, o mago da estatística-econométrica-aplicada

Finalmente uma campanha séria na internet:

Galdalf Para Presidente do Epea

sábado, 9 de junho de 2012

BNB e o desenvolvimento com responsabilidade social

O Banco do Nordeste do Brasil, BNB, é uma instituição vital para o desenvolvimento da região. Veja uma grande evidência desta minha afirmação:

DIGITAL PETISTA NO ROMBO DE 100 MILHÕES NO NORDESTE

quinta-feira, 7 de junho de 2012

O 'samba' de Conceição

Como costuma dizer o Sabino: o Nordeste mudou, mas as políticas de desenvolvimento para a região continuam as mesmas.

Em sua homenagem, posto uma foto de um "Samba" (Forró) em Conceição - PB, na década de 1960.

O senhor de óculos, no canto superior da sala, é meu bisavô.



segunda-feira, 4 de junho de 2012

Comércio livre (hã?)

Em seu paper, "Do We Really Know that the WTO increases Trade?” (American Economic Review, 2004), Andrew Rose afirma:

Economists disagree about a lot, but not everything. Almost all of us think that
international trade should be free.

De fato, ele não conhece os economistas brasileiros ...

terça-feira, 22 de maio de 2012

A triste realidade

Qual a corrente filosófica mais presente na educação brasileira? O marxismo,ora..

Novo Texto

Pobreza antropométrica e os determinantes do status nutricional das crianças no Brasil

Gabriela Bezerra de Medeiros; Erik Alencar de Figueiredo; Edilean Kleber da Silva Bejarano Aragon

Resumo: Este trabalho analisa o status nutricional das crianças brasileiras menores de cinco anos de idade. Primeiro, são construídos indicadores de pobreza antropométrica e testado se as mudanças ocorridas entre os anos de 1996 e 2006 foram estatisticamente significativas. Para o período em análise, constatam-se significativas reduções na pobreza antropométrica e, em especial, nos indicadores de desnutrição crônica. Para analisar os determinantes do status nutricional das crianças, estimam-se modelos de regressão multinível e linear. Os resultados encontrados mostram que: i) a educação da mãe afeta positivamente o status nutricional das crianças, sendo este impacto maior no curto prazo; ii) a renda domiciliar per capita tem um efeito positivo e significativo somente para as crianças com mais de 24 meses; iii) as crianças que vivem na região Norte tendem a apresentar um status nutricional inferior ao das crianças de outras localidades do país; e iv) a realização de pré-natal tem efeito positivo sobre os indicadores de nutrição para as crianças com menos de 24 meses.

domingo, 20 de maio de 2012

Entrevista – A politica redistributiva no Brasil é ineficiente

Minha entrevista para o site da Faculdade de Economia da UFRGS:


A redistribuição de renda no Brasil e nos países Latino Americanos foi o tema abordado no Seminário de Pesquisa “Justiça e Redistribuição de Renda: O caso dos Países Latino Americanos”, realizado na quarta-feira, 16/5, na Faculdade de Ciências Econômicas da UFRGS.

O palestrante foi o professor Erik Figueiredo, da Universidade da Paraíba, Doutor em Economia pela UFRGS e especialista em teorias de justiça e políticas de redistribuição de renda.
Durante duas horas falou aos alunos do programa de pós-graduação em Economia da UFRGS, tratando de temas atuais, polêmicos e oportunos. Acompanhe a entrevista: AQUI.

Semana em Porto Alegre: balanço inicial

Listo o balanço da semana em Porto Alegre:

1) ambiente de trabalho propício para a pesquisa, tanto na PUC quanto na UFRGS;

2) atenção e gentileza dos que me receberam (artigos raros em outras Universidades);

3) participação em massa dos alunos e professores em todas as atividades;

4) conversa com o Thomas Kang (Oikomania);

5) a sala do Sabino cada vez mais abarrotada de livros;

6) entrevistas para a radio Guaíba e para a FCE (em breve links);

7) velhos e bons amigos (Paulo, Sabino, Edilean, Gabriela e Julio);

8) propostas;

9) agenda de pesquisa renovada (estava precisando de um estímulo);

10) boa comida, bom papo e excelente cia (obrigado Aladya);

11) algumas injustiças na confecção desta lista.

domingo, 13 de maio de 2012

Blog na estrada

De saída para a Porto Alegre.

Uma semana de atividades na PUC e na UFRGS.

O tema do mini-curso está AQUI.

A palestra de quarta-feira será:


Fairness and Redistribution: the Case of Latin American Countries

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Palestra CPA

O Centro de Pesquisa Ultra Avançadas da UFPB tem o prazer de convidá-lo para a palestra:

"Todos que leram a minha obra estão errados",

Ministrada pelo pesquisador ... ops, qual é o nome dele? Não lembro, foi postar a foto que ele me enviou:

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Direto do Selva

Não posso deixar de reproduzir o post do Selva Brasilis.

De antemão anuncio: vem mais por aí...

O Infinito Ridículo da Selva: Lula Tem Mais Doutorados Honoris Causa que Einstein!


Paisinho de merda é assim, festeja um analfabeto que despreza a leitura, a cultura e a educação cobrindo-o de honras acadêmicas. Lula já virou doutor honoris causa de uma porrada de universidades de porta de cadeia, incluindo a da pastelaria Viçosa. Só hoje no Rio ele recebeu 5 doutorados...só para comparar, Lula tem mais doutorados honoris causa que Einstein...

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Bertrand Russell

Seminários em Economia Social - II

Aproveitando a estadia do professor Sergio Almeida (USP/SP) em João Pessoa, decidi convidá-lo a participar de nosso seminário de pesquisa.

Para tanto, cancelei a minha apresentação (post anterior).

O novo seminário será:

Men versus Nature: An experimental study on source-dependence of attitudes toward uncertainty

Palestrante: Sergio Almeida (USP/SP)

Local: Sala 01 do PPGE

Dia: 03/05/2012

Hora: 17:00 h.

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Seminários de Economia Social II

O próximo seminário de Economia Social será: “Justiça, Ideologia e Políticas de Redistribuição de Renda no Brasil" APRESENTAÇÃO: Erik Alencar de Figueiredo Dia: 03.05.2012 (Quinta-feira) Horário: 17:00h Local: Sala de Aula 01 do Bloco da Pós Graduação do CCSA.

Nova PPE

O Volume 2(1) da revista Pesquisa e Planejamento Econômico já está disponível on line: Fatores associados ao fluxo escolar no ingresso e ao longo do ensino médio no Brasil , André Portela de Souza, Vladimir Pinheiro Ponczek, Bruno Teodoro Oliva, Priscilla Albuquerque Tavares Desigualdade de oportunidades no Brasil: uma decomposição quantílica contrafactual, Erik Alencar de Figueiredo, Cleiton Roberto da Fonseca Silva Competição vertical e horizontal no Brasil: uma análise empírica das interações fiscais nos mercados de cigarro e gasolina, Ricardo Batista Politi, Enlinson Mattos Impactos econômicos de cenários de políticas climáticas para o Brasil, Jonathan Gonçalves Silva, Angelo Costa Gurgel Modelos VaRs e a nova fórmula da exigência de capital da carteira trading: uma análise no mercado brasileiro, Cleysson Ribeiro Vieira, Osvaldo Candido Silva Filho

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Seminários de Economia Social

Prezados,

Estamos iniciando uma nova atividade de pesquisa no PPGE.
A ideia é que todos que possuam trabalhos em andamento exponham seus resultados em um seminário de discussão.
Não é um seminário comum, onde o palestrante fala e a platéia aplaude.
É o que se quer é criar um mecanismo para a maturação dos artigos.

Serão aceitos: trabalhos em andamento, exposição de métodos (matemáticos e/ou estatísticos) e papers prontos, mas não submetidos à publicação.
Os debates ocorrerão às quintas-feiras às 17:00 h.
Eles serão abertos os público com uma exigência: de que todos leiam o material.
Inicialmente, programamos dois seminários mensais, restritos a área de distribuição de renda, desigualdades regionais e avaliação de políticas públicas.

O primeiro seminário será:

Migração intermunicipal e restrição financeira: evidências para o Brasil
Autor: Hilton Martins de Brito Ramalho
Dia: 19/04 às 17:00 h.
Local: sala do PPGE.

Divulgando: Seleção de DOUTORANDOS para 2012

Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Agronegócio (Universidade Estadual do Oeste do Paraná).

Área de Concentração: Desenvolvimento Regional e do Agronegócio
Linhas de Pesquisa: Cadeias Produtivas; Sociedade e Desenvolvimento Regional; Economia Regional.

Inscrição para Turma de Doutorado de 2012: de 02 a 25 de maio de 2012.

Informações, vide edital de inscrição doutorado 2012 AQUI.

Coordenação: Prof. Dr. Pery Francisco Assis Shikida
Assistente do Programa: Clarice Theobald Stahl
Rua da Faculdade, 645 - Jd. Santa Maria
Toledo – PR. CEP: 85.903-000
E-mail: toledo.mestradoagronegocio@unioeste.br
mestradodra@hotmail.com
Telefone: (45) 3379 7053

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Mês de maio

Em maio retornarei a Porto Alegre.
Passarei uma semana em atividades junto a PUC e a UFRGS.

De 14 a 18 de maio ministrarei o mini-curso

Tópicos em Distribuição de renda

na PUC/RS. O curso será aberto para todos os alunos, inclusive de outras instituições.

No dia 16/05, às 16 h, participarei da série de seminários da UFRGS, apresentando uma palestra sobre:

Fairness and Redistribution: the Case of Latin American Countries

Em breve, mais detalhes.

terça-feira, 10 de abril de 2012

Bernoulli Society

Fui convidado a participar de um novo grupo.
Estou avaliando a proposta.

Sabe como é, nesses aspectos sou meio parecido com o Groucho Marx:

I never want to belong to any club that would have someone like me for a member.

De toda forma, estou avaliando o perfil dos membros para ver se vale a pena.

Pessoal da Bernoulli Society, em breve dou a resposta.

EconAcademics.org

Blog aggregator for economics research

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Um post implicante

"A Prefeitura de Cambé (385 km de Curitiba) enviou ofício à UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná) cobrando explicações sobre as provas aplicadas na semana passada em um concurso público para garis."

Uma das polêmicas é a inclusão de uma pergunta sobre a música do Michel Teló:

Imagem: Folha.com

Diante disso, resolvi fazer uma breve busca sobre questões de vestibular envolvendo "grandes" nomes da música (dita) popular brasileira. Não preciso nem falar que encontrei em grande número de questões de vestibular sobre as letras de Chico Buarque, Caetano Veloso, e, pasmem, Djavan.
Também não preciso falar que todas as questões envolvem algum juízo de valor acerca da ditadura militar: "Apesar de você ..." Resposta correta: a música retrata os momentos de dor sofridos por perseguição política no início da década de 1970, blá, blá, blá ...

A questão é: Se é Chico, tudo bem. Se é Teló, não?

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Metodologia em economia

O Angelo comentou muito bem o post do Krugman sobre metodologia (AQUI). Segue um trecho do post original (AQUI).

"So, first of all, my basic reaction to discussions about What Minsky Really Meant — and, similarly, to discussions about What Keynes Really Meant — is, I Don’t Care. I mean, intellectual history is a fine endeavor. But for working economists the reason to read old books is for insight, not authority; if something Keynes or Minsky said helps crystallize an idea in your mind — and there’s a lot of that in both mens’ writing — that’s really good, but if where you take the idea is very different from what the great man said somewhere else in his book, so what? This is economics, not Talmudic scholarship."

É inimaginável, nos dias de hoje, receber emails de colegas de profissão ressaltando o que Keynes, Marx, e o coelhinho da páscoa falaram sobre determinado assunto em economia. Porém, eles insistem em "cair" na lixeira de meu email, e são muitos!

Direto do Ciência Brasil

Vocês já viram um paper com esta quantidade de autores?

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22400826

Que tal adotarmos essa postura no PPGE? Só teríamos papers com 14 autores.

sexta-feira, 30 de março de 2012

Universidade, o templo do conhecimento

O departamento de inovação tecnológica da UFPB lança mais uma patente. Depois do revolucionário estojo de aço para proteção de papel higiênico e sob a influência da caneta de banco presa por uma corrente, foi lançada a cadeira presa ao chão (Foto do Centro de Educação da UFPB):


Trata-se de um revolucionário recurso para que professores, funcionários e estudantes não roubem as cadeiras e mesas dos ambientes comuns (sim, as mesas também são presas ao chão). Como podem ver, a Universidade é um lugar de gente ordeira e confiável, pelo menos é o que dizem os gestores que projetaram essa maravilha do mundo moderno.

P.S.: Agradeço ao meu aluno Vagner pela foto.

quinta-feira, 29 de março de 2012

Defesa de Dissertação Hoje

Cleiton Roberto da Fonseca

Ensaios sobre redistribuição de renda na América Latina

Banca examinadora será:

José Luis da Silva Netto Júnior (Examinador interno);
Jorge Luiz Mariano da Silva (UFRN) (Examinador Externo);
Erik Alencar de Figueiredo (Orientador).

quarta-feira, 28 de março de 2012

Previsão

Dentre as informações relacionadas ao XVII Encontro Regional de Economia e o Fórum BNB de Desenvolvimento, no site da ANPEC, destaco:

O período para submissão de trabalhos será de 2 de abril a 7 de maio de 2012.

Usando um modelo de previsão complexo, concluo: Eles vão prorroga-lo!

O fim da (minha) pobreza

Um amigo costuma dizer que ele é uma referência em economia da pobreza, mas não porque ele estuda esse assunto há mais de 20 anos e sim porque ele é pobre.

Parece que a ONU aplicou a mesmo lógica a mim:

An ATM Card has been approved in your favour with value of
$500,000.00 (FIVE HUNDRED THOUSAND US DOLLARS) in line with
the United Nations millennium development goal to eradicate
poverty and hunger by the year 2015


Kindly be informed that you are to provide a delivery fee of $95.00
USD for the delivery of your package to you.

Concordo que uma das formas mais eficientes para acabar com a pobreza no Brasil é me dando uma boa quantia em dinheiro. Contudo, não tenho $95,00 para liberar esse crédito. Alguém pode me ajudar?

segunda-feira, 26 de março de 2012

O país do demérito

No Brasil, quanto MENOR o mérito, MAIOR a recompensa. Veja o caso deste cidadão:

Cursando faculdade há 21 anos, petista do Acre vai assumir diretoria no MEC

O “professor” Irailton Lima de Sousa, diretor-presidente do Instituto de Desenvolvimento da Educação Profissional Dom Moacyr, do Acre, anunciou que vai assumir a Diretoria de Integração das Redes de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação.

Militante do PT e ex-candidato a vereador em Rio Branco, Irailton Sousa foi indicado para o cargo com aval do ex-governador do Acre, Binho Marques (PT), que atualmente é o titular da Secretaria de Articulação com os Sistemas de Ensino do MEC, além do aval do atual governador Tião Viana (PT).

Porém, Irailton Sousa, enfrenta dificuldade para apresentar o diploma de graduação em Ciências Sociais pela Ufac (Universidade Federal do Acre), exigido pelo MEC. Segundo a coordenação do curso de bacharelado em Ciências Sociais, Sousa iniciou o curso, pela primeira vez, em 1991.


Quais as conseqüências dessa depredação do conhecimento? No médio prazo, o país pagará a conta.

P.S.: Dica do Cristiano Gomes, via Facebook.

Coautoria na Academia

O Renato Perim Colistete nos convida para um momento de reflexão.

Coautoria na Academia

As ciências humanas e sociais (tendo a Economia na liderança) têm incorporado cada vez mais um péssimo exemplo das ciências exatas e da natureza, que é o de tornar trivial a inclusão de nomes que realmente pouco ou nada colaboraram com a realização da pesquisa e do artigo que veicula seus resultados.

Internet e verba pública para todos

No penúltimo Manhattan Connection, Lucas Mendes perguntou ao Diogo Mainardi: “Diogo, existe político honesto?” Sem pestanejar, o Diogo respondeu: “Não Lucas, não existe nenhum político honesto!” Sua tese era que em uma democracia, um (mais ou menos) desonesto, denunciaria o outro e as desonestidades iam se equilibrando ao longo do tempo. Concordo, plenamente com o Diogo Mainardi. Aliás, costumo concordar sempre com ele.

Pois bem, essa introdução serve de pano de fundo para discutir o escândalo envolvendo o atual ministro das cidades e então secretário de ciência e tecnologia da prefeitura de João Pessoa (é impressionante a versatilidade destes caras), Aguinaldo Ribeiro, e o projeto cidade digital ou Jampa Digital, como queiram. A ideia era fornecer internet gratuita para todos.
O resultado está aí:

DESTAQUE NEGATIVO: programa de tv nacional denuncia irregularidades em programa de internet grátis da PMJP


Quem conhece João Pessoa sabe que ela é uma cidade com uma orla agradável, um centro histórico bonitinho e só. O que resta é uma cidade desorganizada e feia. Confesso que seria interessante ver as pessoas acessando a internet com seu Ipad dentro do canal do bairro São José. Mas creio ser mais útil resolver problemas mais, digamos, urgente. Será que os gestores paraibanos já ouviram falar de saneamento?

Hoje, Aguinaldo é ministro. Quando ele assumiu o cargo todos sabiam de seu passado. Inclusive a CEO que o admitiu. No futuro próximo, esta mesma CEO irá demiti-lo por pressão da mídia. Aí todos dirão: “Estão vendo? Ela está fazendo uma faxina no Brasil.”

Mais Diogo Mainardi e menos Paulo Henrique Amorim, por favor.

sexta-feira, 23 de março de 2012

quinta-feira, 22 de março de 2012

PIB per capita e esperança de vida nos municípios brasileiros

Existe um padrão de distribuição para variáveis como PIB per capita e esperança de vida no Brasil? Os dados municipais informam que sim. O Brasil polariza a renda em municípios 'ricos' e 'pobres', como também em municípios com alta e baixa expectativa. De forma não surpreendente, municípios ricos possuem uma alta expectativa de vida e municípios pobres uma baixa expectativa.

Vejam a densidade condicionada para o ano de 2000 (CLIQUE para ampliar: p2 PIB per capita e e2 esperança de vida ao nascer):


P.S.: Estes resultados são parte de um esforço de pesquisa junto com o Sabino Porto Junior. Em breve, novidades.

Mais um

Acabo de receber um review and resubmit, da Empirical Economics. Terei algum trabalho, mas estou confiante.

quarta-feira, 21 de março de 2012

Indicadores Sociais Municipais

O site do Brasil Hoje disponibiliza uma série de indicadores sociais municipais. Vale conferir (AQUI).

domingo, 18 de março de 2012

Don't try

Vocês estão acostumados com a série "Mais um". Sempre posto quando recebo uma aceitação. Acho que também seria interessante postar as rejeições, por isso criei o "Don't try*".

Vou estrear com o desk rejectd de um top field journal:

Thank you for giving us the opportunity to consider your work. As part of a pre-screening process applied to all submitted manuscripts, the Editorial Board of the XXX has read your paper. I am sorry to inform you that we have decided to reject the paper without sending it to referees. We have found that our pool of referees has not been able to handle papers like this with sufficient expertise [...]

O engraçado é que eu havia recebido um belo parecer, da mesma revista, no ano anterior. O editor sugeriu que eu adicionasse uma série de análises, mas rejeitou o paper. Então, adicionei as análises e reenviei o paper. O resultado está aí em cima e foi dado pelo mesmo editor. Continuarei tentando...

*Uma homenagem a Charles Bukowski (AQUI).

sábado, 17 de março de 2012

Jair Bolsonaro

Vale ouvir as palavras do Jair Bolsonaro na comissão da verdade.

sexta-feira, 16 de março de 2012

IPEA em João Pessoa

O IPEA abriu um escritório em João Pessoa no ano de 2010 (AQUI).

Enviaram um funcionário, ocuparam uma sala no IDEME, fizeram uma pá de palestras sobre o papel de Celso Furtado no desenvolvimento regional e, menos de dois anos depois, as atividades foram encerradas. Com isso, tenho duas perguntas: a) quanto custou essa brincadeira?; b) o que o escritório fez, de fato, no Estado?.

Desconfio que uma das respostas é: NADA!

quinta-feira, 15 de março de 2012

O país dos prazos (desobedecidos)

Questionei o CNPq sobre o atraso na avaliação de processo.

Recebi a seguinte resposta:

Comunicamos que, ainda que o prazo informativo seja o rotineiro, normativamente, não há, para a Comissão XXX, um prazo estabelecido para deliberação (Cf. Link para um arquivo que confirma o que ele escreveu).

Ou seja, uma maneira diferente de dizer: "não cumprimos prazo, meu camarada. Passar bem."

quarta-feira, 14 de março de 2012

WP: Mobilidade Social e Demanda por Redistribui

Mobilidade Social e Demanda por Redistribui ção na Am érica Latina
Cleiton Roberto da Fonseca Silva
Erik Alencar de Figueiredo

Resumo: Conforme Alesina & Angeletos (2005) e Alesina & Glaeser (2004), as preferências por redistribuição de renda variam sistematicamente entre as diversas regiões, promovendo diferenças significativas no tamanho do governo e na composição dos gastos públicos. Nesse contexto, esse artigo modela as preferências redistributivas na América Latina, com foco especial no impacto que as expectativas de mobilidade exercem sobre a demanda por redistribuição. Os resultados sugerem demanda por autointeresse e por considerações de justiça baseadas na desigualdade de oportunidades. Adicionalmente, revela-se a importância da mobilidade passada e a rejeição da hipótese de mobilidade ascendente (POUM) de Benabou & Ok (2001) para a região latino-americana

Convite - Banca de Dissertação

CLEITON ROBERTO DA FONSECA SILVA

“Ensaios sobre redistribuição de renda na América Latina”

29 de março de 2012 (quinta-feira), 14:00 horas

LOCAL:
Sala 01 do Bloco da Pós-Graduação do CCSA/UFPB

BANCA EXAMINADORA:

Prof. Dr. Erik Alencar de Figueiredo (UFPB) – Orientador

Prof. Dr. José Luis da Silva Netto Júnior (UFPB) – Examinador Interno

Prof. Dr. Jorge Luiz Mariano da Silva (UFRN) – Examinador Externo

segunda-feira, 12 de março de 2012

Dilma derruba Teixeira, pelo menos é o que dizem ...

Não demorou muito para os jornalistas de porta de cadeia associarem a queda de Ricardo Teixeira ao processo de 'moralização do Brasil', iniciado pela Presidente Dilma.

Juca Kfouri: Queda de Teixeira é uma vitória da cidadania brasileira

O próximo passo será propor o nome de algum petista para tomar conta do Comitê Organizador da Copa. Aí sim teremos uma copa, verdadeiramente, brasileira.

Mais uma do ministério dos esportes

Verba pública financia carreira de neto de Fittipaldi, nos EUA.

Direto do blog do José Cruz

quinta-feira, 8 de março de 2012

A Avaliação do Cnpq

O CNPq anuncia dois novos critérios de avaliação de cientistas.

Vejam um trecho da reportagem:

Com a mudança, cientistas de todos os campos de investigação deverão descrever, na plataforma Lattes, dados sobre a organização de feira de ciências, promoção de palestras em escolas, artigos e entrevistas concedidas à imprensa.


Será que teremos as bolsas de produtividade serão concedidas a partir do número de entrevistas que o pesquisador dá a imprensa?

Cheiro de picaretagem no ar ...

sábado, 3 de março de 2012

Divulgando

O SINAPE - Simpósio Nacional de Probabilidade e Estatística é a principal reunião científica da comunidade estatística brasileira, sendo organizado pela Associação Brasileira de Estatística (ABE).

30 de julho a 03 de agosto de 2012
Hotel Tambaú, João Pessoa-PB

Honestidade intelectual é tudo

E o professor Oreiro diz que a escola austríaca se baseia em dogmas (AQUI - leiam os comentários. Eles são imperdíveis). Em seguida enaltece a "salvação" do mundo por parte dos keynesianos*, sem esquecer, é claro, de afirmar que as políticas "neoclássicas" interromperam o círculo virtuoso. Tudo baseado em evidências empíricas sólidas, claro!

P.S.: Será que o Marcio Pochmann foi convocado para estimar algum modelo?

(*) Para evidências desta afirmação, cliquem AQUI.

sexta-feira, 2 de março de 2012

Blogueiros e o progresso progressista

E os blogueiros progressistas estão em Natal, RN.

Eles até pensaram em cobrar a entrada, mas parece que desistiram.

quinta-feira, 1 de março de 2012

A cultura popular nordestina em verso e quotas



Há quem admire a cultura nordestina pelo simples fato dela ter sido produzida no Nordeste. Eu não penso assim. Para mim o Bumba meu Boi não passa de um cara fazendo papel de ridículo embaixo de uma fantasia mal feita. O maracatu idem, só que sem a fantasia de boi. Ariano Suassuna é um cara que odeia estrangeirismos, mas torce pelo Sport Club do Recife. Já o movimento Manguebeat é uma reunião de batedores de tambor. E por aí vai.

Contudo, é inegável que o apoio a, dita, cultura popular possui grande apelo junto ao eleitorado, principalmente, frente aos ‘formadores’ de opinião, representados em primeira e (até) última instância, por professores de algum departamento obscuro de uma universidade pública.

Pensando nisso, o deputado Daniel Coelho (PSDB/PE) (Jênio, com J), propôs uma lei que defende autor pernambucano:

Aprovada no começo da semana, a lei estadual 53/2011, de autoria do deputado Daniel Coelho (PSDB) foi bem-recebida, mas não é unânime. O texto prevê que as livrarias pernambucanas passem a contar com 5% de livros nordestinos em suas prateleiras, sendo metade desse percentual (2,5% do total) reservado a autores do Estado. Quem descumprir, pode ser advertido e até pagar uma multa entre R$ 1 mil e R$ 10 mil.”


O título do posto do Selva Brasilis resume tudo: “Para Que Shakespeare se Temos Patativa do Assaré?”

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Mais um

Temos o prazer de informar que o Corpo Editorial de Pesquisa e Planejamento
Econômico
aprovou a publicação de seu artigo

"Desigualdade de
Oportunidades no Brasil: Uma Decomposição Quantílica Contrafactual
" no
numero 1, volume 42 (abril 2012).

Mais uma parceria com o Cleiton Roberto Silva.
Fico feliz, pois ainda não havia publicado na PPE.

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Novas compras

Meus primos e o José Luis me visitarão mais:


P.S.: Minha mãe também está viciada em Wii.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Texto novo

Segue o link para o meu artigo mais recente:

Fairness and Redistribution: the Case of Latin American Countries: American Countries

Mais do mesmo

Dilma falsificou o diploma (AQUI);

Mercadante falsificou o diploma (AQUI);

Chalita falsificou o diploma (AQUI).

Se a educação não vale nada neste país, por que eles se esforçam tanto para ser quem não são?

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

CorruPTosday

Tem Nego que não vai dormir hoje em Brasília (pressuposto forte de que corruPTo se importa com denuncia no Brasil):

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Diferença

Qual a diferença disto:

O antropólogo Claude Levy-strauss detestou a Baía de Guanabara:
Pareceu-lhe uma boca banguela.

Para isto:

O pedreiro Zé de Assis amou o açude de Coremas: Pareceu-lhe uma bunda cabeluda.

Não vão dizer que gostaram mais da primeira só porque foi o Caetano Veloso que escreveu, né?

Divulgando: II Encontro Nacional dos Blogueiros de Economia

Momento Cultural - RIP Wando

Morre cantor Wando, aos 66 anos



P.S.: Nosso correspondente para assuntos culturais em Minas Gerais, Claudio Shikida, enviará, em breve, as notícias sobre o sepultamento do cantor.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Convite

A Gabriela Medeiros defenderá sua dissertação na próxima terça-feira, 14 de fevereiro, às 14:00h:

“Pobreza Antropométrica no Brasil”

local: Sala 01 do Bloco da Pós-Graduação do CCSA

BANCA EXAMINADORA:

Prof. Erik Alencar de Figueiredo (UFPB) – Orientador

Prof. José Luis da Silva Netto Júnior (UFPB) – Examinador Interno

Prof. André de Mattos Marques (UFRN) – Examinador Externo

É a minha primeira orientação de mestrado. Estão todos convidados.

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Lula fala sobre a greve da PM na Bahia

Lula diz que governo da BA ''articulou arrastões'' em greve da PM.

Acho que, no caso da Bahia, o próprio governo articulou os chamados arrastões para criar pânico na sociedade.

Ainda, de acordo com Lula:

A Polícia Militar pode fazer greve. Minha tese é de que todas as categorias de trabalhadores que são consideradas atividades essenciais só podem ser proibidas de fazer greve se tiverem também salário essencial.

Vejam a matéria completa AQUI. Estão surpresos? Ora, não deveriam, isso foi em 2001.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Conceição, PB - 1963

Como se locomover para as cidades vizinhas? Uma das poucas opções era o caminhão de Seu Adonias, meu avô, como pode ser visto na foto.


P.S.: Algumas pessoas da foto (os nomes seguem um padrão aleatório): Bezeca, Emiliano (dono do Alambique), Antonio Izidro, Zé Maria, Dantas da Rede, Eraclico, Maria de Lourdes, Onildo Figueiredo, Antonio Gonzaga, Claudio Gonzaga, Afonso Chagas, Verinha esposo de Glaucia Camilo, Mariquinha de Banda...

sábado, 28 de janeiro de 2012

The Velvet Underground

Ando sumido. Estou trabalhando pesado em uns artigos. A parceria é pra lá de boa.

Mas você não está em férias, Erik? Nada, uso este período apenas para trabalhar. No resto do ano meu trabalho é atrapalhado pelo fato de ter que dar aulas.

Em tempo, fiquem com The Velvet Underground - I'm sticking with you

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Poverty, inequality and redistribution

Segue o link para a reportagem da The Economist:

Governments can reduce poverty and inequality through taxes and cash transfers. Successful programmes such as Progresa-Oportunidades in Mexico and Bolsa Família in Brazil have helped reduce poverty and inequality in the last couple of decades, but compared with rich countries, Latin American countries still fall short. (Grifo meu).


Não de onde a revista tirou a conclusão de que o Bolsa Família tem contribuído para a redução da desigualdade e pobreza no Brasil. Enfim, a figura abaixo mostra o impacto das políticas de redistribuição sobre a desigualdade e a pobreza.


Vale destacar o efeito das políticas na França. O estudo "Ooghe, E. & Peich, A. Fair and efficient taxation under partial control: theory and evidence. Center for Economic Studies Discussion Paper Series, 10.32, 2010." mostra o porquê.

Já tenho os resultados para a América Latina. Em breve disponibilizo o working paper.

P.S.: Dica do professor Hilton Martins, via Facebook.

Relação PT-PMDB

E se o PMDB nacional tomasse o exemplo do PMDB de Sousa-PB? Se a Dilma bobear, o Temer ...

‘Dedadas’ em candidata petista em 2008 provocam quebra de aliança entre PT e PMDB em Sousa para este ano

Enem e o IRT

No meio de mais uma polêmica envolvendo o ENEM

A conspiração dos analfabetos de Haddad - Candidata entrega tudo em branco e tem nota superior à mínima; MEC lhe envia resposta de quatro linhas com cinco erros de português; ao responder a repórter, erra de novo!

surge a discussão sobre o método do Item Response Theory. O Cristiano Costa já escreveu sobre ele em duas oportunidades AQUI e AQUI.

Acabei de encontrar um belo material sobre o método:

Teoria da Resposta ao Item: Conceitos e Aplicações
Dalton Francisco de Andrade, Heliton Ribeiro Tavares, Raquel da Cunha Valle


A polêmica envolve a questão: é possível não responder nada e obter uma nota diferente de zero?
A resposta é sim. Querem entender como? Vejam os posts do professor Gustavo Reis (AQUI).

FourSquare?

Bandido de Minas Gerais é preso por causa do "FourSquare" das antigas: AQUI

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

A eficiência da política pública em debate

A Prefeitura Municipal de João Pessoa concedeu um reajuste de salário aos professores da rede de ensino:

(...) o aumento salarial para professores, técnicos e especialistas de toda Rede Municipal de Ensino. De acordo com a tabela divulgada, um Professor Polivalente que recebia R$ 1.129,37 (25horas) receberá R$ 1.531,60 (30 horas) e o professor com Licenciatura Plena passará de R$ 1.465,86 (25 horas) para R$ 2.042,24 (30 horas), superando valor definido pelo Ministério da Educação (Mec).


A secretária de Educação considera que o aumento será um estímulo "para que haja um maior compromisso com o aprendizado dos alunos e envolvimento com as ações pedagógicas da escola e atendimento às famílias."

No mais, a prefeitura contará com os chamados Creis, que funcionam diariamente das 07h às 17h, acolhendo crianças de dois a cinco anos de idade. Cada unidade tem capacidade para atender cerca de 120 crianças e conta com um gestor, um especialista (psicólogo ou pedagogo) e um professor e um monitor (por sala).

Comento: quem seria contra políticas como essas? Só um louco pode duvidar da eficiência dessas ações!

Pois bem, o aumento salarial parece ser uma política que visa o bem estar dos professores. E os professores adicionais (monitores)? Talvez isso também não possua um grande efeito sobre a educação das crianças.

Quem sabe com políticas bem mais simples e menos dispendiosas, chegaríamos a resultados mais expressivos. É o que dizem neste texto:

WORMS: IDENTIFYING IMPACTS ON EDUCATION AND HEALTH IN THE PRESENCE OF TREATMENT EXTERNALITIES

Notem que não afirmei nada. Usei sempre "parece", "talvez", "quem sabe". A razão é que as políticas públicas não podem ter a sua eficiência atestada (ou descartada) pelo senso comum. É preciso avaliá-las. E não estamos fazendo isso.

O que está acontecendo com o CNPq?

Não estou aguardando nenhum resultado, mas acho estranho o fato do CNPq atrasar todas as divulgações. O Edital Universal, que sempre era divulgado no final de novembro, saiu no meio de dezembro. As bolsas de produtividade, que saem no final de dezembro, até agora não foram divulgadas ...

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Homenagem

Uma homenagem aos professores que, no lugar de pesquisar, ficam enviando emails com análises de jornal e viradas de casaca acadêmicas.

John Albert Ford é um pesquisador da área de macroeconomia de uma universidade norte americana. Ele tem 49 anos e mora com os pais. Nunca arrumou uma namorada, nem nunca se interessou por isso. Ultimamente trocou o terno e a gravata por calças coloridas e justas. Usa um cabelo com gel e lápis de olho. Na última semana ele avisou para os pais que tinha uma grande revelação a fazer. O pai, preocupado, já estava pensando 'onde foi que eu errei?', 'o que eu vou dizer aos meus amigos?'. No dia marcado, Ford reuniu a família e revelou: 'Mãe, pai, eu virei pós keynesiano'.

domingo, 8 de janeiro de 2012

Combate à pobreza

Bela entrevista do Abhijit Banerjee à Veja:

No combate à pobreza, o melhor a fazer é abandonar as fórmulas prontas

Este trecho me chamou a atenção:

No livro, é discutida a validade de políticas de transferência de renda como o Bolsa Família, que estabelece algumas condições para que as pessoas tenham acesso aos benefícios. Como o senhor avalia o programa brasileiro?

Os resultados e impactos do Bolsa Família nunca foram propriamente avaliados pelo governo brasileiro, o que, a essa altura, representa uma falha. Logo, fica difícil para qualquer pesquisador posicionar-se sobre ele. [...]

Ué, um pesquisador do MIT que não conhece os estudos Econométricos do Marcio Pochmann e de seus Blue Caps?

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Editores aqui e lá fora

Todo ano recebo um email simpático da Elsevier:

Dear Erik Alencar De Figueiredo,

We are just sending a reminder regarding the Elsevier
Editor, Author and Reviewer Reception at ASSA.

The reception will be held in Crystal A
of the Chicago Hyatt Regency between
18:00 and 19:30 on Friday 6th January 2012.

Em outro email eles me convidam para conhecer os editores da Economic Letters (Meet the new Editors of Economics Letters):

Dear Dr Figueiredo,

We would like to invite you to the Elsevier booth for coffee and pretzels at the ASSA conference, where the new Editors of Economics Letters will be joining us for a Meet the Editors session:

Professor Badi Baltagi, Syracuse University, USA and University of Leicester, UK
Andrew Samwick, Dartmouth College, USA
Pierre-Daniel Sarte, Richmond Fed, USA
Roberto Serrano, Brown University, USA & IMDEA Social Sciences Institute, Spain
The coffee break will be held at Riverside West/Booth 609-611 in the Chicago Hyatt Regency between 14:00 and 15:00 on Saturday 7th January 2012.

We look forward to seeing you there.

Fico imaginando como seria simpático de alguma revista nacional convidasse os autores e pareceristas para algo similar na ANPEC ou SBE, por exemplo. Entretanto, aqui no Brasil, salvo raras exceções, os Editores fazem questão de serem inacessíveis.

P.S.: O Marcio faz um contraponto a minha crítica:

Uma diferença fundamental é que a Elsevier é um editor comercial de periódicos, e aqui no Brasil não temos nenhuma revista de economia editada comercialmente, já que todas são editadas por sociedades (BRE, RBFin) ou pelas próprias escolas de economia (RBE, Economia Aplicada, Estudos Economicos, etc).

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Multiplicador keynesiano do desrespeito

As fotos abaixo são da BR 230 que cruza todo o município de Cabedelo-PB. A BR possui uma (precária) ciclovia (como pode ser vista nas duas primeiras fotos). Esta ciclovia constitui uma importante via de locomoção para os moradores dos bairros do Renascer e Jacaré, principalmente, os trabalhadores que se deslocam para o centro da cidade e para os demais bairros localizados na orla. A prova disso é o grande movimento de bicicletas no início da manhã e no final da tarde.



No entanto, a Superintendência Regional do Departamento Nacional de Trânsito (Dnit-PB), parece desconhecer esta realidade. Uma vez que instalou uma série de radares na BR, sem o mínimo de respeito aos ciclistas. Como se pode ver os aparelhos foram instalados no meio da ciclovia (vejam as duas fotos abaixo).



O que resta aos ciclistas? Ou ir para o meio do mato, ou disputar espaço com os carros na BR.
Mais uma prova da incapacidade e burrice dos gestores do dinheiro público.

P.S.: Querem mais uma prova da inteligência dos gestores? Que tal um moderador de velocidade a menos de 20 metros de um quebra molas? (foto abaixo) É a tecnologia made in Paraíba.