segunda-feira, 24 de junho de 2013

Gente honesta!

Enquanto isso, na terra do povo honesto que vai as ruas pedir o fim da corrupcao:

Olá meu nome é XXXX, recebi este e-mail, e apesar de não costumar ler este tipo de e-mail, resolvi ler e achei muito interessante o programa. Antes de deletar, gaste ou ganhe, uns minutinhos e leia até o final para tirar suas conclusões. Creio que seja uma ótima oportunidade para aumentar a renda e quero muito que a prosperidade venha fazer parte de nossas vidas, as vezes pequenas ações como essa pode mudar a nossa trajetória.
O mais importante é ACREDITAR E AGIR, não tem segredo.

Obrigada a todos um grande abraço.

Boa Sorte!!

A Revista Exame não encontrou falhas neste Programa

Leia o texto com atenção e veja como é diferente dos outros e como realmente funciona.

NÃO PRECISA VENDER NADA, E NEM FICAR ABORDANDO SEUS AMIGOS NA RUA OU INDO EM SUAS RESIDÊNCIAS PARA CHATEAR, SÓ IR A UM CAIXA 24 HORAS E FAZER SEU DEPÓSITO, E ESPERAR PARA CONFERIR.
(...)

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Tese em ciencia politica

Italo Fittipaldi, professor de Ciencia politica da UFPB, Doutorando do Programa de Pos-Graduacao em Ciencia politica da UFPE e um dos coordenadores do Nucleo de Estudos em Economia Social, defendera' sua Tese amanha, às 10:00 da manha, no auditório do 14º do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política:

VENHA A NÓS O VOSSO VOTO: Evidências empíricas do ciclo de pork barrel em arenas de políticas públicas nos estados brasileiros.



BANCA EXAMINADORA:

Prof. Dr. Enivaldo Carvalho Rocha (UFPE/DCP) - Orientador
Prof. Dr. Ricardo Borges Gama-Neto (UFPE/DCP) – Co-orientador
Prof. PhD. Saulo Souza (UFPE/DCP) - Examinador interno
Profª. Dra. Natália Guimarães Duarte Sátyro (UFMG/DCP) - Examinador externo
Prof. Dr. Manoel Leonardo Santos (UFMG/DCP) - Examinador externo

terça-feira, 18 de junho de 2013

Podemos ter Pobreza ou pobreza, escolha uma

O The Amplifier é um jornal ligado as causas socias de Knoxville. (Reportagem AQUI.) A edicao deste mes traz uma reportagem sobre o gap de renda na cidade.


Para resumir:

"Tennessee's minimum wage of $7.25 an hour allows a full-time employee to garner a meager $13,920 a year, before taxes. Sitting directly below that amount is the National poverty line for an individual, precisely $11,490."

Isso mesmo, fazendo uma conversao grosseira, a linha de pobreza norte americana é de $957.5 por mes, ou melhor, 2 mil reais mensais (DOIS MIL REAIS - E EM CAIXA ALTA). Isso em um país onde o imposto médio é de 10% (contra os 40% do Brasil), e com alimentacao, transporte e lazer baratos. Pode-se, por exemplo, comprar um bom automóvel por 3 mil dolares, ou seja, 3 vezes a linha de pobreza(Vejam AQUI). Me digam, qual automovel podemos comprar com 3X a linha de pobreza do Brasil, ou melhor, com R$ 210?

Antes que voces digam: "Erik nao me mate de vergonha, voce está misturando pobreza relativa com absoluta". Eu digo, é justamente isso que quero fazer, pois, a pobreza sempre vai existir. Só quero mostrar que podemos vislumbrar um nivel de bem estar superior, com menos impostos e menos intervencao estatal.



domingo, 16 de junho de 2013

No ar...

Dear Figueiredo,
Your article More equal but not so fair: an analysis of Brazilian income distribution from 1995 to 2009 has just been published and is available as 'Online First' on SpringerLink:

http://www.springerlink.com/openurl.asp?genre=article&id=doi:10.1007/s00181-013-0714-5

It is fully accessible to all users at libraries and institutions that have purchased a SpringerLink license. If your article is published under one of our Open Access programs, it will be freely accessible to any user(...)

domingo, 9 de junho de 2013

A violencia é fruto da injustica social?

(Antes de prosseguir, devo alerta-los: assim como os especialistas da área, não sei anda sobre economia do crime. Contudo, também serei irresponsável e despejarei informações sem fundamento algum.)

Os 'especialistas' em criminalidade adoram vomitar suas teses sobre violência. Um vigia de um colégio em São Paulo foi colocado de joelhos e abatido com o tiro na nuca? Eles explicam: “os jovens que praticaram esse ato não tinham noção da brutalidade, eles só querem ter um nível de consumo maior. Só querem ser alguém dentro da comunidade em que vivem”. Em resumo, ninguém é responsável pelos próprios atos, é tudo culpa de uma sociedade consumista.

Essa visão é difundida por idiotas de todo tipo. Haverá sempre uma psicóloga da PUC/SP ou algum professor barbudinho da FFLCH/USP reforçando a tese de que a injustiça social produz a violência. Recentemente, um estudo de duas pesquisadoras do IPEA, Luseni Aquino e Enid Rocha, intitulado “Desigualdade social, violência e jovens no Brasil”, afirmou:

“A desigualdade social está entre as maiores causas da violência entre jovens no Brasil. Ela é o grande contexto, o pano de fundo, onde vive a população mais atingida por esse problema: as pessoas entre 15 e 24 anos.”

Quanta injustiça social!.

Contudo, apesar das evidencias tão solidas, fiquei curioso em observar que, entre 2010 e 2011, houve um aumento de 174% no numero de assaltos a ônibus na cidade de Joao Pessoa.* No mesmo período, a cidade passou a ocupar o honroso segundo lugar no ranking das capitais brasileiras com maior taxa de homicídios.** Tudo isso, sob um cenário de reduções expressivas nos índices de pobreza e indigência (queda de 25%) e desigualdade. (cenários similares podem ser observados em diversas outras cidades). (A Figura abaixo sintetiza os dados).



O próprio IPEA, nas palavras do seu presidente, Marcelo Neri, afirmou que o cenário distributivo atual se caracteriza por:

“(...) pessoas que vivem em famílias chefiadas por analfabetos tiveram 88,6% de aumento da renda, contra 11,1% de decréscimo para aquelas cujo chefe familiar possui 12 anos de instrução regular ou mais. No Nordeste, a renda cresceu 72,8%(...)

Confesso, não consigo entender mais nada! Será que nossos especialistas vao precisar de uma nova tese?


*Secretaria de Segurança Pública da Paraíba (SSPPB). Materia do Portal Correio (AQUI)
**Mapa da violência 2013. (AQUI).
***IPECE. (AQUI).

Este post foi inspirado em um comentário do professor Roberto Ellery.

terça-feira, 4 de junho de 2013

Exemplo

Vale a pena compartilhar esta historia:

Debaixo da ponte, um aluno nota 10 que sonha ser médico.

A forSSa e a inteliJencia da UNE

A União Nacional do Estudantes (UNE), nos enche de orgulho:



Lutaremos pela EXPANçAO, ops... não tem algo errado?

(Via Flavio Morgenstern).

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Divulgando

Programa de Pós Graduação em Economia
SEMINÁRIOS - PPGE

"Conjuntura Econômica"

APRESENTAÇÃO: PROF. PEDRO CAVALCANTI GOMES FERREIRA
PhD PELA UNIVERSITY OF PENNSYLVANIA (1993). DESDE 1993 É
PROFESSOR DA ESCOLA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA DA
FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS.

Dia: 11.06.2013 (Terça-feira)
Horário: 15:00h
Local: Auditório Azul – CCSA/UFPB